Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Mulher vai à Luta

Era uma vez uma mulher q embora tivesse muitos amigos sinceros, filhos carinhosos e um marido dedicado se sentia só. Ela ñ era muito ambiciosa, e tudo o que queria era curtir o que tinha conquistado e ser feliz assim. Por algum tempo lhe pareceu conseguir isto, mas de uma hora para outra ela se deu conta que o que ela tinha ñ era tudo o que precisava ter. Alguma coisa faltava. Ou sempre faltara e ela ñ se dera conta ou de repente surgiu uma necessidade nova. Ela ñ sabia. E começou a ficar pensativa e insatisfeita. Passou então a questionar algumas coisas, a não se importar com outras...Sentiu q algumas coisas poderiam ser diferentes, que tinha o poder e o direito de direcionar certas situações.Ora surpreendeu-se ora decepcionou-se com pensamentos que lhe surgiram. Ora envergonhou-se, ora orgulhou-se com alguns sonhos que construíra. E resolveu buscar nem sabia o que. Mas estava certa que alguma coisa lhe faltava. Não sabia por onde começar. Há muito não ia a luta por coisas assim. Há muito só via o que lhe aparecia à frente. Há muito não ousava, ñ se aventurava, ñ sentia a necessidade de procurar. Tudo lhe parecia simples e fácil. Tudo era comum, possível, alcançável... na verdade ela ñ sabia q havia mais. Ela havia esquecido o prazer da procura, da aventura, da emoção da procura. E de repente percebeu q havia um mundo paralelo ao seu. E ela só queria entrar nele. E foi. E encontrou uma nova razão, e resgatou a felicidade há muito esquecida.
sofer
Enviado por sofer em 08/02/2006
Código do texto: T109471
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
sofer
Florianópolis - Santa Catarina - Brasil, 60 anos
29 textos (909 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 19:03)
sofer