CapaCadastroTextosÁudiosAutoresMuralEscrivaninhaAjuda



Texto

Fases do Desenvolvimento Humano


FASES DO DESENVOLVIMENTO HUMANO



O Desenvolvimento Humano é marcado por algumas fases. Me aprofundarei em apenas três, que são a fase embrionária, a infância e a adolescência. As semanas mais importantes para o feto são a 8ª e a 24ª semana. Isso porque, na 8ª semana, o embrião mede cerca de 25mm de comprimento. Traços faciais, membros, mãos, pés, dedos e unhas tornam-se aparentes. O sistema nervoso está receptivo e muitos dos órgãos internos começam a funcionar.  Já na 24ª semana, o feto pode inalar, exalar e até chorar. Os olhos estão completamente formados e a língua desenvolveu o gosto. Sob cuidados médicos intensivos, o feto tem mais de 50% de hipóteses de sobreviver fora do útero.
A infância é subdividida em duas fases: Crescimento e Desenvolvimento. O crescimento refere-se ao aspecto quantitativo das proporções do organismo, ou seja, trata-se das mudanças das dimensões corpórea, como por exemplo, peso, altura, perímetro cefálico, etc. Já o Desenvolvimento, refere às mudanças qualitativas, tais como aquisição e o aperfeiçoamento de capacidades e funções, que permitem à criança realizar coisas novas, progressivamente mais complexas, com uma habilidade cada vez maior. O crescimento termina em determinada idade , quando esta alcança sua maturidade biológica, enquanto que desenvolvimento é um processo que acompanha o homem através de toda a sua existência.
Na adolescência é comum que as pessoas se sintam meio perdidas durante a adolescência. Além do corpo estar passando por um verdadeiro rebuliço hormonal, elas enfrentam nesse período o dolorido processo de construção da individualidade e do caráter. Os conflitos que cercam a puberdade nada mais são do que recursos usados pelo ser humano para amadurecer. Apesar disso, essa crise ocorre, muitas vezes, no desenvolvimento de alguns transtornos psicológicos. Veja a seguir os mais comuns: transtorno do Humor: O adolescente apresenta depressão, irritabilidade, perda de interesse em suas atividades e insônia ou excesso de sono. Esses sintomas também podem ser um indicativo do uso de drogas. Transtorno de Ansiedade: O indivíduo vive ansioso, o que prejudica sua vida social. Um exemplo do distúrbio é a ansiedade pela separação dos pais: o adolescente, no caso, não consegue fazer nada sem que os dois estejam juntos e por perto. Transtorno Alimentar: A Bulimia e a Anorexia são exemplos desse tipo de transtorno. Pessoas que apresentam a primeira comem compulsivamente e depois vomitam. As que têm a segunda, param simplesmente de comer. Transtorno Psicótico: É na adolescência que transtornos como a esquizofrenia (doença mental cujos sintomas são delírios, mania de perseguição, entre outros) se manifestam. Transtorno de Conduta: Caracteriza-se por comportamento repetidamente agressivo e desafiador, que extrapola a rebeldia comum da idade. Os indivíduos que sofrem de transtorno de conduta chegam a roubar, destruir coisas que não pertencem e se envolver em brigas.
Rafaéla Poleto
Enviado por Rafaéla Poleto em 18/12/2008
Código do texto: T1342180

Comentários

Sobre a autora
Rafaéla Poleto
Cachoeiro de Itapemirim - Espírito Santo - Brasil, 22 anos
5 textos (27907 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/04/14 15:58)