Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Porta e janelas...

      Estava eu sentado no banco de uma praça, não sabendo bem onde estava, mas o lugar me parecia bem familiar. Pensando na vida. Pensando nos problemas que ligeiramente vinham a minha cabeça. Ao avistar algo parecido com uma casa, com janelas e portas velhas e quebradas. As flores do jardim já murchas. Até que algo me desperta curiosidade, um tronco de árvore cortada no meio do jardim, me relembra algo. Agora já tinha a certeza de ter passado em tal lugar antes.
      Levanto-me. Algo me prende aquela casa. Vou a direção à porta, onde já aberta dou de cara com uma mesa de madeira bem velha. Olho os mínimos detalhes daquele lugar e já me sinto bem melhor. Já não tenho pensamentos, minha cabeça está vazia, só ouço vozes de crianças.
      Chama-me atenção a uma sala escura, já sem cor e um armário enferrujado. Vou a direção à janela. Eu abro, e tudo se ilumina, o chão brilha com o reflexo do sol.
      De repente me vejo sentado em uma cadeira desenhando um sol e vários pássaros. A professora a gritar na sala, e todo aquele barulho de crianças gritando e correndo. Tudo me vêem a memória agora, toda aquela alegria e disposição. Uma vida sem problemas, sem pensamentos, só a felicidade.
      E como um flash, me pego falando sozinho naquela sala escura, sem cor, sem esperança, apenas só mais um, naquela sala sem portas e sem janelas.
Carolaine
Enviado por Carolaine em 09/05/2006
Código do texto: T153188
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Carolaine
Fortaleza - Ceará - Brasil, 11 anos
18 textos (1318 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 18:05)
Carolaine