Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Tenho uma vida

Dentro de alguns meses, estarei celebrando meu quadragésimo terceiro aniversário, mas me sinto jovem pela vida que tenho.
Como assim?
Tenho um enorme círculo de amigos, tenho uma esposa maravilhosa, uma filha que é uma estrela e brilha como tal.
O meu trabalho não é o melhor do mundo, mas ajuda preencher minhas necessidades profissionais e financeiras.
Pratico meu esporte com meus colegas, que dizem sentir muito minha falta quando não estou presente, e isso é importante pra mim.
Minha casa não é construída apenas de tijolos, e sim de harmonia, onde podemos receber as pessoas que lá aparecem para nos visitar.
A saúde está uma maravilha, o check-up anual não apresenta nenhuma alteração.
E Deus?
Deus tem provido todos os meus desejos, meus anseios, tem me dado tudo o que preciso e de uma forma que eu jamais podia imaginar.
Os momentos de felicidades que tenho vivido, principalmente na comunidade onde freqüento com pessoas que eu sinto que gostam de mim, e que me preenche.
Pessoas que apóiam meu trabalho dentro da comunidade, e isso faz com eu trabalhe mais e mais para alcançar o Reino tão desejado.
Os amigos estão sempre presentes, assim como a família. Nossas reuniões são freqüentes, e minha agenda repleta de eventos, que por sinal é uma delícia estar com eles.
Por tudo isso vivo uma vida repleta de glórias e conquistas, e a cada dia procuro me esforçar para que isso seja constante.
Procuro ser uma pessoa humilde, vivo policiando constantemente minha língua e meus atos, pois sei que a língua é a arma mais poderosa do ser humano, e os atos dizem quem somos.
Faço questão de ser feliz, pois por tudo que tenho e por tudo que sou não tenho motivos para viver com a tristeza estampada no rosto. Devo continuar vivendo dignamente embora muitas situações tentam me levar a tomar outro rumo, mas sei que Deus é meu refúgio, e que seus braços estão estendidos e suas mãos sempre abertas e prontas para me acolher nos momentos de incertezas e dificuldades.
Então me pergunto, pra que tristeza se minha vida é bela?

Eduardo Manoel
    Maio/2006
Du
Enviado por Du em 12/05/2006
Código do texto: T154932
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Du
São Carlos - São Paulo - Brasil
6 textos (883 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 14:55)
Du