Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Educação S.O.S.

Falar de educação é assunto vasto, complexo e difícil.
Mesmo assim vamos tentar desenvolver uma linha de pensamento, começando pelo art. 205, seção I, capítulo III da Constituição Federal.
“A Educação, direito de todos e dever do Estado e da família...”

Pergunta-se. Será que todos estão recebendo essa Educação prevista em Lei? Sabe-se que o Caos na educação é intenso. Quem está falhando no processo? O Estado? A sociedade? A família? Ou todos têm seu quinhão de culpa?

No livro, Didática Geral de Imídio Nérece, Introdução à Didática, temos dois conceitos dominantes válidos em nossos dias. São eles: (1) “Do ponto de vista sociológico, educação é um processo que visa preparar as gerações novas para substituírem as adultas e que naturalmente, vão se retirando das funções ativas da vida social.” (2) “Do ponto de vista biopsicológico, a educação tem por escopo levar o indivíduo a realizar a sua personalidade, tendo em mira as suas potencialidades intrínsecas”. Procure penetrar na essência desses conceitos, faça uma reflexão e tente comparar avaliando com a educação vigente, hoje no Brasil.

Numa reportagem para a revista Época, de 24/11/03, no artigo sobre Ensino, subtítulo A pobreza da Educação. Lê-se: “Levantamento da Unesco feito em 41 países mostra que em matemática e ciências o Brasil estava em penúltimo lugar”. De lá até hoje, será que melhorou? No mesmo artigo há um depoimento da professora Maria de Senha, 60 anos, moradora da periferia de são Paulo, lecionando na rede pública estadual e municipal, trabalhando nos três turnos, com renda mensal de R$ 1.400,00 (uma fortuna) questiona, “De que adianta ter programas de formação se eles atingem uma minoria? E as escolas caindo aos pedaços onde os alunos não entendem o que escrevem?” Se ela questiona isso de São Paulo, principal metrópole da América Latina, o que se pode dizer do Estado Rio? Outro Caos. Permanece tudo na mesma. É bla´blá para lá, conversa fiada pra cá, tapa-se o Sol com a peneira, fala-se e debate e ninguém faz nada.

A Região Sudeste é a que mais se investe em educação, por ser a mais rica. E é essa porcaria. O que falar do restante do Brasil, Norte e Nordeste. Uma exceção é o Sul do Brasil.

Têm mais, as famílias vem fazendo a sua parte na educação de seus filhos? Estão sabendo educá-los? Por que tantos problemas? Onde estão falhando? De quem é a culpa? É complexo e problemático. Não cabe aqui enumerar as causas e conseqüências, mas, um alerta que leve o leitor a refletir, pensar mais profundamente no caso e começar a questionar buscando possíveis soluções. É hora de mudar.

O primeiro passo para a mudança é o conhecimento de causa.

Cabe aqui para encerrar esse alerta o seguinte pensamento:

“A verdadeira viagem de”.
Descoberta consiste não em
Procurar novas paragens,
Mas em ter novos olhos”.

Marcel Proust

Pappe
Enviado por Pappe em 27/10/2006
Reeditado em 27/10/2006
Código do texto: T274628
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Pappe
Teresópolis - Rio de Janeiro - Brasil
26 textos (9237 leituras)
2 e-livros (149 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 13:48)
Pappe