Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A arma mais poderosa.

A arma mais poderosa.

Um dos dias mais difícil de minha vida, onde via o mundo desabar sobre mim de forma injusta, inexplicável, covarde e de difícil defesa, haja vista, o poderio político de meus algozes, recebi a arma mais poderosa e que me ajudou enfrentar aquela situação e entender que não se passava de um incidente minúsculo diante daquela arma. Ao ler o principal jornal de minha cidade deparei-me com um texto escrito por minha adorável irmã que me dava a dimensão exata da minha grandeza, do meu poder e, acima de tudo, da invencibilidade que eu possuía. Arma esta que me transformou doravante ler aquele texto, no homem mais forte do mundo, capaz de enfrentar e destruir qualquer inimigo, qualquer injustiça, qualquer força desigual.
Guardarei esta arma comigo para sempre e continuo usando-a naqueles momentos em que a vida nos impõe algum percalço.
Esta arma nada mais é do que a palavra de apoio que recebemos da pessoa que amamos, que nos conhece, que não tem dúvidas sobre nossa retidão,  nossa probidade e acima de tudo do nosso caráter.

Mais uma vez obrigado minha adorável e especial irmã, de sangue e de fé.


Segue o inteiro teor da arma que recebi:

Caso Brito;
Sou irmã de Francisco das Chagas Lopes de Brito, servidor público deste município e venho acompanhando, pela internet (página olhao) e por contato com meu irmão, este caso que muito entristece não somente nossa família mas todos os que conhecem, de verdade, este cidadão honrado a quem amamos e respeitamos. O Francisco não merece tamanha injustiça e desrespeito; mas o que fazer diante das imposições daqueles cujo poder é usado como rolo compressor, como arma que tenta destruir quem lhes aponta as feridas; como mordaça que tenta calar a voz dos que não se calam diante de tamanhos absurdos e abusos? Mas o Francisco tem dignidade, coragem, honestidade, brio e vencerá, com certeza, esta luta desigual que lhe impõe "castigos”  , mas jamais calará a sua voz e a de todos os brasileiros que clamam dia após dia por Justiça, honestidade e Paz.
Aos que lhe acusam injustamente e aos que pela força do "poder" decidem, arbitrariamente, sobre o setor em que agora deve atuar, talvez com o objetivo de enfraquecê-lo, gostaria de transmitir um recado meu, da nossa família e de muitos amigos do Francisco que o conhecem profundamente, desde toda a sua vida: Ficamos indignados "excelentíssimos" mas ainda alimentamos a utopia de um mundo justo, onde aqueles que exercem o poder, em qualquer instância, o façam como SERVIÇO e não como meio de impor suas irrefletidas vontades, suas mal assumidas fraquezas.
Se um hd infectado por um vírus, coisa tão comum nos dias de hoje, é motivo de suspender os direitos de um cidadão cuja mente jamais se deixou infectar pelas misérias de um mundo corrupto e inconsequente, que julgamento fará Deus, o Único capaz de julgar com verdadeira justiça, os procedimentos de tantos seres hipócritas que a sociedade, sem se dar conta do que está fazendo, reveste de poder e lhes entregam o "destino" desta nação???
Somos agradecidos a este jornal e aos vereadores lúcidos de Guarulhos que acreditam no Francisco.
Um dia a Justiça reinará!
 
                                                         Almaísa Lopes de Brito
                                                                   Educadora


Francisco Brito
Enviado por Francisco Brito em 03/12/2006
Reeditado em 03/12/2006
Código do texto: T308223
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Francisco Brito
Guarulhos - São Paulo - Brasil, 60 anos
27 textos (2325 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 22:02)
Francisco Brito