Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

"A POLÍTICA HUMANA NADA TEM DE DIVINA E NÃO PODE SER COMPARADA A COMÉDIA" por GÉSNER LAS CASAS = RETALHOS D'ALMA & ESTOU EM CHAMAS = NOS FALTA ENTENDER A RAZÃO DA EXISTÊNCIA DA VIDA HUMANA NO UNIVERSO =

“A DIVINA COMÉDIA” DE DANTE ALIGHIERI = ESTE ARTIGO CITA FONTES CONFIÁVEIS E INDEPENDENTES, MAS QUE NÃO COBREM TODO O CONTEÚDO, DESDE DEZEMBRO DE 2012. POR FAVOR, ADICIONE MAIS REFERÊNCIAS INSERINDO-AS CORRETAMENTE NO TEXTO OU NO RODAPÉ. MATERIAL SEM FONTES PODERÁ SER REMOVIDO. A DIVINA COMÉDIA, EM ITALIANO: DIVINA COMMEDIA, ORIGINALMENTE COMEDÌA E, MAIS TARDE, DENOMINADA DIVINA COMÉDIA POR GIOVANNI BOCCACCIO, É UM POEMA DE VIÉS ÉPICO E TEOLÓGICO DA LITERATURA ITALIANA E, DA MUNDIAL, ESCRITO POR DANTE ALIGHIERI NO SÉCULO XIV E DIVIDIDO EM TRÊS PARTES: ESCRITO ORIGINALMENTE EM DIALETO TOSCANO, DIALETO POPULAR SEMELHANTE AO ITALIANO ATUAL, E NÃO EM LATIM COMO SE FAZIA COMUM À ÉPOCA, TRATA-SE DE UM POEMA ARTICULADO POR TRILOGIAS, ENTRE ELAS AS FORMADAS POR RAZÃO, HUMANO, FÉ, ONÇA, LEÃO, LOBA, O PAI OU ESPIRITO SANTO; E COM FINAL FELIZ SEGUNDO SUGERIDO PELO PRÓPRIO NOME. À ÉPOCA EM QUE DANTE ALIGHIERI, ESCREVEU O POEMA OS TEXTOS ERAM SEPARADOS ENTRE COMÉDIA, OBRAS DOTADAS DE FINAIS FELIZES, E TRAGÉDIAS, COM FINAIS CONTRASTANTES AOS DAS COMÉDIAS. NÃO HÁ REGISTO DA DATA EXATA EM QUE FOI ESCRITA, MAS AS OPINIÕES MAIS RECONHECIDAS ASSEGURAM QUE O INFERNO PODE TER SIDO COMPOSTO ENTRE 1304 E 1307-1308, O PURGATÓRIO DE 1307-1308 A 1313 OU 1314 E, POR ÚLTIMO, O PARAÍSO, DE 1313-1314 A 1321, ESTA ÚLTIMA DATA COINCIDE COM A MORTE DE DANTE. O POEMA, TALVEZ O MAIOR DO OCIDENTE, DESCREVE UMA VIAGEM ONDE SE SUCEDEM DIVERSOS ACONTECIMENTOS. SUA FORÇA ESTÁ NA RIQUEZA DAS ALEGORIAS, QUE TORNAM O RELATO ATEMPORAL. DANTE ESCREVEU A "COMÉDIA", UM POEMA DE ESTRUTURA ÉPICA, COM PROPÓSITOS FILOSÓFICOS, NO SEU DIALETO LOCAL, O FLORENTINO, QUE É UMA VARIEDADE DO TOSCANO. O POETA DEMONSTROU QUE O FLORENTINO, MUITO PRÓXIMO DO QUE HOJE É CONHECIDO COMO LÍNGUA ITALIANA, UMA LÍNGUA VULGAR, EM OPOSIÇÃO AO LATIM, QUE SE CONSIDERAVA COMO A LÍNGUA APROPRIADA PARA DISCURSOS MAIS SÉRIOS, ERA ADEQUADO PARA O MAIS ELEVADO TIPO DE EXPRESSÃO, ESTABELECENDO-O COMO ITALIANO PADRÃO. DE FATO, É A MATRIZ DO ITALIANO ATUAL. HÁ QUEM VEJA ESTA OBRA COMO A SUMA TEOLÓGICA, DE SÃO TOMÁS DE AQUINO, EM VERSO. GRANDES PINTORES DE DIFERENTES ÉPOCAS CRIARAM ILUSTRAÇÕES PARA A DIVINA COMÉDIA, DESTACANDO-SE BOTTICELLI, GUSTAVE DORÉ E DALÍ. A DIVINA COMÉDIA É A FONTE ORIGINAL MAIS ACESSÍVEL PARA A COSMOVISÃO MEDIEVAL, QUE DIVIDIA O UNIVERSO EM CÍRCULOS CONCÊNTRICOS. A OBRA MODERNA MAIS CONHECIDA A RESPEITO DESSA COSMOVISÃO É THE DISCARDED IMAGE, DE C. S. LEWIS, ILUSTRADA POR GUSTAVE DORÉ. CADA UMA DAS TRÊS PARTES DO POEMA, INFERNO, PURGATÓRIO E PARAÍSO, ESTÁ DIVIDIDA EM CANTOS, COMPOSTOS DE TERCETOS. A COMPOSIÇÃO DO POEMA É BASEADA NO SIMBOLISMO DO NÚMERO 3, QUE REMETE À SANTÍSSIMA TRINDADE, AO TRIÂNGULO, ASSIM COMO AO EQUILÍBRIO E À ESTABILIDADE, EM ALGUMAS CULTURAS. POSSUI TRÊS PERSONAGENS PRINCIPAIS: DANTE, QUE PERSONIFICA O HOMEM; BEATRIZ, QUE PERSONIFICA A FÉ; E VIRGÍLIO, QUE PERSONIFICA A RAZÃO. CADA ESTROFE TEM TRÊS VERSOS E CADA UMA DE SUAS TRÊS PARTES CONTÉM 33 CANTOS. OS TRÊS LIVROS QUE COMPÕEM A DIVINA COMÉDIA SÃO DIVIDIDOS EM 33 CANTOS, POSSUINDO O INFERNO UM CANTO A MAIS QUE SERVE DE INTRODUÇÃO AO POEMA, EM UM TOTAL DE 100 CANTOS E 14.230 VERSOS HENDECASSÍLABOS EM TERZA RIMA. OS LUGARES DE CADA LIVRO, NO INFERNO, NO PURGATÓRIO E NO PARAÍSO, SÃO DIVIDIDOS EM NOVE CÍRCULOS CADA, FORMANDO NO TOTAL 27, POR SUA VEZ, O NÚMERO 3 ELEVADO À TERCEIRA POTÊNCIA. OS TRÊS LIVROS RIMAM NO ÚLTIMO VERSO, POIS TERMINAM COM A MESMA PALAVRA: STELLE, QUE SIGNIFICA "ESTRELAS". A EXPLORAÇÃO DE DANTE DO MUNDO ESPIRITUAL MOSTRADO EM UM EXEMPLAR DA DIVINA COMÉDIA: AO LADO DA ENTRADA PARA O INFERNO, OS SETE TERRAÇOS DO MONTE PURGATÓRIO E A CIDADE DE FLORENÇA, COM AS ESFERAS DO CÉU ACIMA. AFRESCO DE MICHELINO: A DIVINA COMÉDIA PROPÕE QUE A TERRA ESTÁ NO MEIO DE UMA SUCESSÃO DE CÍRCULOS CONCÊNTRICOS QUE FORMAM A ESFERA ARMILAR E O MERIDIANO ONDE É JERUSALÉM HOJE, SERIA O LUGAR ATINGIDO POR LÚCIFER AO CAIR DAS ESFERAS MAIS SUPERIORES E QUE FEZ DA TERRA SANTA O PORTAL DO INFERNO. PORTANTO O INFERNO, RESPONDERIA PELA DEPRESSÃO DO MAR MORTO, ONDE TODAS AS ÁGUAS CONVERGEM, E O PARAÍSO E O PURGATÓRIO SERIAM OS SEGMENTOS DOS CÍRCULOS CONCÊNTRICOS QUE JUNTOS RESPONDEM PELA MECÂNICA CELESTE E OS CENÁRIOS COMENTADOS POR DANTE, NUM POEMA ENVOLVENDO TODOS OS PERSONAGENS BÍBLICOS DO ANTIGO AO NOVO TESTAMENTO, QUE SÃO COSTUMEIRAMENTE ENCONTRADOS NAS ENTRANHAS DO INFERNO SENDO QUE OS PERSONAGENS PRINCIPAIS DA DIVINA COMÉDIA SÃO O PRÓPRIO AUTOR, DANTE ALIGHIERI, QUE REALIZA UMA JORNADA ESPIRITUAL PELOS TRÊS REINOS DO ALÉM-TÚMULO, E SEU GUIA E, MENTOR NESSA EMPREITADA, VIRGÍLIO, O PRÓPRIO AUTOR DA ENEIDA. DANTE E VIRGÍLIO CHEGAM AO VESTÍBULO DO INFERNO, QUE TEM NOVE CÍRCULOS. ENTRE O VESTÍBULO E O 1 °CÍRCULO ESTÁ O RIO AQUERONTE, NO QUAL SE ENCONTRA CARONTE, O BARQUEIRO QUE FAZ A TRAVESSIA DAS ALMAS. PORÉM DANTE É MUITO PESADO PARA FAZER A TRAVESSIA NO BARCO DE CARONTE, PELO FATO DE SER VIVO. PORÉM, VIRGÍLIO ADVERTE O MITOLÓGICO BARQUEIRO DE QUE A TRAVESSIA DO RIO ATRAVÉS DE SEU BARCO É MISTER DEVIDO A UMA ORDEM CELESTE. É ATRAVÉS DESTE BARCO QUE VIRGÍLIO E DANTE ATRAVESSAM O RIO. O LIMBO É O LOCAL ONDE AS ALMAS QUE NÃO PUDERAM ESCOLHER A CRISTO, MAS ESCOLHERAM A VIRTUDE, VIVEM A VIDA QUE IMAGINARAM TER APÓS A MORTE. NÃO TÊM A ESPERANÇA DE IR AO CÉU, POIS NÃO TIVERAM FÉ EM CRISTO. AQUI TAMBÉM FICAM OS NÃO BATIZADOS E AQUELES QUE NASCERAM ANTES DE CRISTO, COMO VIRGÍLIO. NA MITOLOGIA CLÁSSICA, O LIMBO NÃO FICA NO INFERNO, MAS SUSPENSO ENTRE O CÉU E O MUNDO DOS MORTOS. NA POESIA DE DANTE NÃO SE TEM UMA NOÇÃO PRECISA DE COMO SE CHEGA LÁ, POIS O POETA DESMAIA NO ANTE-INFERNO E QUANDO ACORDA JÁ ESTÁ NO LIMBO, O PRIMEIRO CÍRCULO INFERNAL. NO LIMBO, DANTE ENCONTRA HOMERO, HAVIDO NO SÉCULO IX A.C. OU SÉCULO VIII A.C., A QUEM TRADICIONALMENTE SE ATRIBUI A AUTORIA DOS POEMAS ÉPICOS ILÍADA, QUE NARRA A QUEDA DE TRÓIA, E ODISSEIA, QUE NARRA O RETORNO DE ULISSES DA GUERRA DE TROIA E SUAS VIAGENS; OVÍDIO, QUE VIVEU DE 43 a.C. A 17 D.C., O POETA ROMANO AUTOR DE VÁRIAS OBRAS, ENTRE AS QUAIS OBRAS DE MITOLOGIA COMO: METAMORFOSES; E HORÁCIO, QUE VIVEU DE 65 a.C. A 8 D.C., O POETA ROMANO LÍRICO E, SATÍRICO, AUTOR DE VÁRIAS OBRAS PRIMAS DA LÍNGUA LATINA, ENTRE AS QUAIS ARS POETICA. NO SEGUNDO CÍRCULO COMEÇA O INFERNO PROPRIAMENTE DITO. NESSE CÍRCULO FICAM OS LUXURIOSOS QUE SOFREM COM UMA TEMPESTADE DE VENTO. LÁ ELE ENCONTRA FRANCESCA DE RIMINI E SEU AMANTE, QUE É O SEU CUNHADO. NO TERCEIRO CÍRCULO OS GULOSOS SÃO FLAGELADOS POR UMA CHUVA PUTREFACTA, OU PODRE, E SÃO VIGIADOS PELO MITOLÓGICO CÃO DE TRÊS CABEÇAS, O CÉRBERO. NO QUARTO CÍRCULO DESFILAM OS AVARENTOS EMPURRANDO PESOS ENORMES. NO QUINTO CÍRCULO FICAM OS IRACUNDOS, IMERSOS EM LAMA ARDENTE DO PÂNTANO DO ESTIGE. OS INSOLENTES SOBERBOS TAMBÉM. PARA ATRAVESSAR O PÂNTANO ELES APANHAM BOLEIA DO DEMÔNIO ETAGIAS, ESTE OS DEIXA NA PORTA DA CIDADE DE DITE. ESSA CIDADE TEM MURALHAS DE FOGO E ESTÁ NA PARTE MAIS FUNDA DO INFERNO, ONDE AS CULPAS SÃO MUITO MAIS FORTES E AS PUNIÇÕES TAMBÉM. OS DEMÔNIOS NÃO QUEREM QUE DANTE NEM VIRGÍLIO ENTREM, POIS DANTE NÃO ESTÁ MORTO. ENTÃO APARECEM AS TRÊS FÚRIAS, E COM ELAS APARECE A MEDUSA, QUE PETRIFICA QUEM A OLHE. UM ENVIADO CELESTE CHEGA E ABRE AS PORTAS DE DITE. NO SEXTO CÍRCULO, DANTE E VIRGÍLIO RECOMEÇAM A VIAGEM POR DENTRO DE DITE. LÁ ELES VEEM NOS TÚMULOS DE FOGO OS HEREGES. OS HEREGES ERAM QUEIMADOS EM FOGUEIRAS QUANDO ESTAVAM VIVOS. EM RIOS DE FOGO ESTÃO OS ASSASSINOS, OS VIOLENTOS COM O PRÓXIMO E FICAM SENDO ATINGIDOS POR FLECHAS DOS CENTAUROS. OS VIOLENTOS CONTRA SI MESMOS SÃO TRANSFORMADOS EM ÁRVORES. OS ESBANJADORES SÃO PERSEGUIDOS E DEVORADOS POR CADELAS FEROZES E FAMINTAS. NO SÉTIMO CÍRCULO FICAM OS VIOLENTOS COM DEUS E CONTRA A NATUREZA. ESTÃO DEITADOS E LEVAM CHUVA DE FOGO E OS OUTROS ALÉM DA CHUVA DE FOGO FICAM CAMINHANDO. OS USURÁRIOS, OU OS AGIOTAS ONZENÁRIOS, ESTÃO SENTADOS E SOFREM A CHUVA DE FOGO. SAINDO DA CIDADE ENCONTRAM UM PRECIPÍCIO QUE NÃO CONSEGUEM CRUZAR, EXISTE UM MONSTRO ALADO, QUE VOA VAGAROSAMENTE E OS LEVA ATÉ O FUNDO DO PRECIPÍCIO E LÁ ELES ENCONTRAM O OITAVO CÍRCULO. O OITAVO CÍRCULO É DIVIDIDO POR DEZ FOSSOS QUE SÃO LIGADOS POR PONTES. AQUI AS TORTURAS SÓ PIORAM E OS PECADOS TAMBÉM. NAS SAÍDAS DOS FOSSOS HÁ TRÊS GIGANTES ACORRENTADOS. NO ÚLTIMO CÍRCULO INFERNAL, O NONO, NÃO HÁ FOGO, E SIM FRIO. LÁ FICAM OS TRAIDORES. OS TRÊS MAIORES SÃO JUDAS, BRUTUS E CÁSSIO LONGINO. LÚCIFER ESTÁ LÁ E DEVORA OS TRÊS. ENTÃO ELES FINALMENTE CHEGAM AO CENTRO DA TERRA E COMEÇAM A SUBIR PARA A SAÍDA. NESSE TÚNEL ELES VISLUMBRAM QUATRO ESTRELAS, O CRUZEIRO DO SUL, ISSO MOSTRA QUE O PARAÍSO FICA AO SUL DO EQUADOR. PARA CHEGAR AO PARAÍSO É NECESSÁRIO ANTES PASSAR PELO PURGATÓRIO. SEGUNDO DANTE, O PURGATÓRIO É UM ESPAÇO INTERMEDIÁRIO ENTRE O PARAÍSO E O INFERNO, QUE SE ENCONTRA NA PORÇÃO AUSTRAL, DO PLANETA ONDE EXISTE UMA ÚNICA ILHA, DANTE ENCONTRA NESTA ILHA UMA MONTANHA COMPOSTA POR CÍRCULOS ASCENDENTES, RESERVADO ÀQUELES QUE SE ARREPENDERAM EM VIDA DE SEUS PECADOS E ESTÃO EM PROCESSO DE EXPIAÇÃO DOS MESMOS. NO PURGATÓRIO AS ALMAS ASSISTEM ÀS PUNIÇÕES DAS OUTRAS ALMAS QUE POR PECAREM MAIS "INTENSAMENTE" FORAM PARA O INFERNO. NO INÍCIO DA SUBIDA DA MONTANHA ESTÃO ESPERANDO ARREPENDIDOS TARDIOS, QUE TÊM QUE AGUARDAR A PERMISSÃO PARA PASSAREM PELA PORTA DE SÃO PEDRO ANTES DE INICIAREM SUA ANSIADA SUBIDA. CADA UM DOS SETE CÍRCULOS CORRESPONDEM A UM DOS SETE PECADOS CAPITAIS, NA SEGUINTE ORDEM: ORGULHO, INVEJA, IRA, PREGUIÇA, AVAREZA JUNTO AO PRÓDIGO, GULA E LUXÚRIA. OS AVARENTOS E PRÓDIGOS ESTÃO JUNTOS NO MESMO CÍRCULO, POIS SÃO OS DOIS EXTREMOS, ONDE O AVARENTO SUPERVALORIZA O DINHEIRO E O PRÓDIGO O DESPERDIÇA. NO FIM DO PURGATÓRIO, DANTE SE DESPEDE DE VIRGÍLIO, POIS ESTE, POR TER SIDO PAGÃO, NÃO PODE TER ACESSO AO PARAÍSO. LÁ ENCONTRA BEATRIZ, SUA AMADA QUANDO ESTAVA NA TERRA. ESTA O LEVA ATÉ O RIO LETE. QUANDO DANTE BEBE A ÁGUA DO RIO LETE, ESTA APAGA A SUA MEMÓRIA, SEUS PECADOS, É COMO SE DANTE TIVESSE RENASCIDO. EXISTE UMA LENDA QUE DIZ QUE O PARAÍSO FICA ENTRE O RIO TIGRE E O EUFRATES. QUANDO DANTE VÊ O RIO, ELE JULGA SER O TIGRE, NO ATUAL IRAQUE. FINALMENTE, DANTE CHEGA AO PARAÍSO. EXISTEM SETE CÉUS MÓVEIS, CADA CÉU CORRESPONDE A UM PLANETA, SENDO O PRIMEIRO O DA LUA. EM CADA UM DOS CÉUS DANTE É ABENÇOADO E DEPOIS VAI AO ENCONTRO DE DEUS. O OITAVO CÉU, OU O PRIMEIRO CÉU FIXO, É ONDE AS ESTRELAS TÊM A CONFIGURAÇÃO QUE VEMOS NO "NOSSO" CÉU. DEPOIS VÃO PARA O SEGUNDO CÉU FIXO, OU NONO CÉU, QUE É O CÉU CRISTALINO, OU SEJA, NÃO TEM ESTRELAS, É QUASE SÓ LUZ, MAS É MATERIAL. O DÉCIMO CÉU É SÓ LUZ, É O TERCEIRO CÉU FIXO, E É IMATERIAL. NO CENTRO DESSE CÉU HÁ UMA ROSA BRANCA, QUE É DEUS RODEADO POR ALMAS, ESPÍRITOS BONS ELEITOS, BEM AVENTURADOS, SANTOS, ANJOS. É UMA ROSA POÉTICA. NO CENTRO DA ROSA EXISTE UM TRIÂNGULO, A SANTÍSSIMA TRINDADE. SÃO BERNARDO ACOMPANHA DANTE A PARTIR DO TERCEIRO CÉU. DANTE ENTÃO VÊ DEUS, POIS SÃO BERNARDO INTERCEDE JUNTO À VIRGEM MARIA E, ESTA CONCEDE SUA VISITA. REFERÊNCIAS: A DIVINA COMÉDIA: LIVRETO PROMOCIONAL DA EXPOSIÇÃO = ACADEMIA MINEIRA DE LETRAS EM 18 DE JULHO A 17 DE AGOSTO DE 2014. A PRIMEIRA EDIÇÃO QUE ADICIONOU O NOVO TÍTULO FOI A PUBLICAÇÃO DO HUMANISTA VENEZIANO LODOVICCO DOLCE. V. TERPENING, RONNIE H., LODOVICO DOLCE, RENAISSANCE MAN OF LETTERS. TORONTO, BUFFALO, LONDON: UNIVERSITY OF TORONTO PRESS, 1997, P. 166, EM INGLÊS. ORIGINALMENTE PUBLICADO EM 1555 POR GABRIELE GIOLITO DE FERRARI. - >NOSSA OPINIÃO: NÃO SE PODE JULGAR A HUMANIDADE TODA POR ATOS E PROCEDIMENTOS DE PESSOAS DESVAIRADAS E COMPLETAMENTE INDIFERENTES A DOR ALHEIA E A DESGRAÇA DE QUEM TEM QUE MORRER POR INANIÇÃO OU SEM ATENDIMENTO MÉDICO ESPECIALIZADO E CUIDADOS HOSPITALARES COM MEDICAMENTOS APROPRIADOS. MAS, PODEREMOS RESPONSABILIZAR OS QUE DEVERIAM CUIDAR DO BEM ESTAR DE UMA POPULAÇÃO QUE ELEGE E SUSTENTA POLÍTICOS CORRUPTOS E JUÍZES INDIFERENTES, NEGLIGENTES E INSENCÍVEIS AOS DRAMAS HUMANOS. NOS PERGUNTAMOS QUAL A DOR QUE AFLIGE UM CORPO HUMANO E UMA ALMA QUE DEVERIA SER SANTA: SERÁ QUE ELA OU ELE É TRISTE? SERÁ QUE É O CONTRÁRIO? SERÁ QUE É PINTURA O ROSTO DA ATRIZ? SE ELA DANÇA NO SÉTIMO CÉU SE ELA ACREDITA QUE É OUTRO PAÍS E SE ELA SÓ DECORA O SEU PAPEL? E SE EU PUDESSE ENTRAR NA SUA VIDA? OLHA! SERÁ QUE É DE LOUÇA? SERÁ QUE É DE ÉTER? SERÁ QUE É LOUCURA? SERÁ QUE É CENÁRIO A CASA DA ATRIZ? SE ELA MORA NUM ARRANHA-CÉU E SE AS PAREDES SÃO FEITAS DE GIZ E SE ELA CHORA NUM QUARTO DE HOTEL E SE EU PUDESSE ENTRAR NA SUA VIDA? SE ELA MORA NUM ARRANHA-CÉU E SE AS PAREDES SÃO FEITAS DE GIZ E SE ELA CHORA NUM QUARTO DE HOTEL E SE EU PUDESSE ENTRAR NA SUA VIDA? SIM, ME LEVA PARA SEMPRE BEATRIZ ME ENSINA NÃO ANDAR COM OS PÉS NO CHÃO PARA SEMPRE É SEMPRE POR UM TRIZ DIZ QUANTOS DESASTRES TEM NA MINHA MÃO, NO MUNDO! DIZ SE É PERIGOSO A GENTE SER FELIZ. OLHA! SERÁ QUE É ESTRELA? SERÁ QUE É MENTIRA? SERÁ QUE É COMÉDIA? SERÁ QUE É DIVINA A VIDA DA ATRIZ? SE ELA UM DIA DESPENCAR DO CÉU? E SE OS PAGANTES EXIGIREM BIS? E SE UM ARCANJO PASSAR O CHAPÉU? E SE EU PUDESSE ENTRAR NA SUA VIDA? SÃO MUITO DISCUTIDAS AS DATAS DA COMPOSIÇÃO DO POEMA: MUITO PROVAVELMENTE, DANTE COMEÇOU-O POR VOLTA DE 1307, PARA DEPOIS NELE TRABALHAR DURANTE TODA A SUA VIDA. O TÍTULO DO LIVRO, POR EXTENSO, É PELO PRÓPRIO POETA APRESENTADO NA CARTA A CANGRANDE DELLA SCALA: "INCIPIT COMMEDIA DANTIS ALAGHERII, FLORENTINE NATIONE, NON MORIBUS", COMEÇA A COMÉDIA DE DANTE ALIGHIERI, FLORENTINO DE NASCIMENTO, NÃO DE COSTUMES. DANTE CHAMOU À OBRA SIMPLESMENTE "COMÉDIA", PORQUE, COMO AS COMÉDIAS PROPRIAMENTE DITAS, TERMINA COM UM FINAL ALEGRE. TALVEZ LHE HAJA CHAMADO "COMÉDIA AINDA POR MODÉSTIA, ENQUANTO CONSIDERA A ENEIDA COMO TRAGÉDIA”. O ADJETIVO "DIVINA" É UM ACRESCENTO MAIS TARDIO, TALVEZ DA RESPONSABILIDADE DE BOCCACCIO. APARECEU IMPRESSO PELA PRIMEIRA VEZ NA EDIÇÃO VENEZIANA DE 1555. O POEMA, NO SEU CONJUNTO, É A HISTÓRIA DA CONVERSÃO DO PECADOR A DEUS. O POETA TENCIONAVA FAZER DA "DIVINA COMÉDIA" PRINCIPALMENTE SUA OBRA DE DOUTRINA E DE EDIFICAÇÃO, UMA "SUMA" QUE COMPREENDESSE O SABER DO SEU TEMPO, DA CIÊNCIA À FILOSOFIA E À TEOLOGIA. POR ISSO O POEMA É REPLETO DE SIGNIFICADOS ALEGÓRICOS E AINDA MORAIS. ASSIM, POR EXEMPLO, VIRGÍLIO, QUE CANTOU OS IDEAIS DE PAZ E JUSTIÇA DO IMPÉRIO ROMANO NO TEMPO DE AUGUSTO, E QUE GUIA O POETA ATRAVÉS DO INFERNO E DO PURGATÓRIO, SIMBOLIZA A RAZÃO INTEGRADA COM A SABEDORIA MORAL, E É TAMBÉM A VOZ DA PRÓPRIA CONSCIÊNCIA DE DANTE. BEATRIZ, A MULHER AMADA QUE O GUIA NO PARAÍSO, É A SABEDORIA CRISTÃO ILUMINADA PELA GRAÇA, A SUPREMA SABEDORIA DOS SANTOS, A ÚNICA QUE PODE LEVAR A DEUS. TUDO NO POEMA É PERFEITA CONSTRUÇÃO ALEGÓRICA, E NISTO DANTE LIMITA-SE A RESPEITAR AS REGRAS DO SEU TEMPO: POIS QUANTAS NÃO SÃO DE FATO AS OBRAS MEDIEVAIS QUE REFEREM AS VIAGENS ULTRA TERRENAS, DEVIDAMENTE ARQUITETADAS PARA EDIFICAÇÃO DO PECADOR? SÓ QUE, NO POEMA DANTESCO, HÁ UM SUTIL ARTIFÍCIO QUE PERMITE AO POETA ENCERRAR NOS SEUS CANTOS TAMBÉM A HISTÓRIA DO SEU TEMPO. DANTE IMAGINA FAZER UMA VIAGEM EM 1300 E, PORTANTO, REFERE NATURALMENTE TUDO QUANTO ACONTECEU ANTES DESTA DATA; MAS, RECONHECENDO AOS MORTOS A CAPACIDADE DE PREVER O FUTURO, PÕE-NOS A PROFETIZAR OS ACONTECIMENTOS PÚBLICOS E PARTICULARES QUE NÃO DESEJA DEIXAR EM SILÊNCIO. A DIVINA COMÉDIA EXERCEU GRANDE INFLUÊNCIA EM POETAS, MÚSICOS, PINTORES, CINEASTAS E OUTROS ARTISTAS NOS ÚLTIMOS 700 ANOS. DESENHISTAS E, PINTORES COMO GUSTAVE DORÉ, SANDRO BOTTICELLI, SALVADOR DALI, MICHELANGELO E WILLIAM BLAKE ESTÃO ENTRE OS ILUSTRADORES DE SUA OBRA. OS COMPOSITORES ROBERT SCHUMANN E GIOACCHINO ROSSINI TRADUZIRAM PARTES DE SEU POEMA EM MÚSICA E O COMPOSITOR HÚNGARO FRANZ LISZT USOU A COMÉDIA COMO TEMA DE UM DE SEUS POEMAS SINFÔNICOS.  SOB A CROSTA TERRESTRE ABRE-SE, NO HEMISFÉRIO BOREAL, PRECISAMENTE DEBAIXO DE JERUSALÉM, UMA PROFUNDA DEPRESSÃO EM FORMA DE CONE QUE CHEGA ATÉ AO CENTRO DA TERRA. FOI PROVOCADA PELA QUEDA DE LÚCIFER, O ANJO REBELDE, O QUAL, EFETIVAMENTE, SE ACHA CRAVADO NO FUNDO DO ABISMO. AS TERRAS QUE SALTARAM DURANTE A QUEDA DO ANJO CONFLUÍRAM NO HEMISFÉRIO AUSTRAL FORMANDO UMA ILHA CONSTITUÍDA POR UMA MONTANHA CÔNICA NO CIMO DA QUAL ESTÁ COLOCADO O PARAÍSO TERRESTRE, EXATAMENTE NOS ANTÍPODAS, PORTANTO, DE JERUSALÉM, E NA FRONTEIRA EXTREMA ENTRE O MUNDO DA MATÉRIA E O DA IMATERIALIDADE. NA DEPRESSÃO, QUE SE ABISMA EM NOVE CÍRCULOS CONCÊNTRICOS, ESTÁ SITUADO O INFERNO. OS CONDENADOS ESTÃO DISSEMINADOS NESTES CÍRCULOS DE HARMONIA COM A QUANTO MAIS VIOLOU O QUE O HOMEM TEM EM SI DE DIVINO. SOBRE A MONTANHA CÔNICA DO HEMISFÉRIO AUSTRAL ESTÁ SITUADO, POR SEU LADO, O PURGATÓRIO. AS ALMAS ESTÃO DISTRIBUÍDAS SOBRE AS RAVINAS QUE SE ESCAVAM NO FLANCO DO MONTE. SETE SÃOS AS FAIXAS CORRESPONDENTES AOS SETE PECADOS CAPITAIS; COM O ANTI-PURGATÓRIO E O PARAÍSO TERRESTRE É ATINGIDO O FATÍDICO NÚMERO NOVE, QUE COM O NÚMERO TRÊS SE ENCONTRA NA BASE DE TODA A DISPOSIÇÃO DA DIVINA COMÉDIA. OS DOIS REINOS ESTÃO LIGADOS POR UM ESTREITO SUBTERRÂNEO QUE DO FUNDO DO ABISMO INFERNAL LEVA À ILHA DO PURGATÓRIO, NO HEMISFÉRIO OPOSTO. O PARAÍSO ENCONTRA-SE, NATURALMENTE, NO CÉU: ONDE NOVE ESFERAS CIRCULAM COM ÓRBITAS SEMPRE MAIORES E MOVIMENTO SEMPRE MAIS RÁPIDO, EM VOLTA DA TERRA IMÓVEL, SEGUNDO O SISTEMA PTOLOMAICO. ACIMA DELAS, O FULGURANTE EMPÍREO, ONDE RESPLENDE DEUS, CIRCUNDADO PELOS BEM- AVENTURADOS TRIUNFANTES. O INFERNO DE DANTE QUANDO DANTE SE ENCONTRA NO MEIO DA VIDA, ELE SE VÊ PERDIDO EM UMA FLORESTA ESCURA, E SUA VIDA HAVIA DEIXADO DE SEGUIR O CAMINHO CERTO. AO TENTAR ESCAPAR DA SELVA, ELE ENCONTRA UMA MONTANHA QUE PODE SER A SUA SALVAÇÃO, MAS É LOGO IMPEDIDO DE SUBIR POR TRÊS FERAS: UM LEOPARDO, UM LEÃO E UMA LOBA. PRESTES A DESISTIR E VOLTAR PARA A SELVA, DANTE É SURPREENDIDO PELO ESPÍRITO DE VIRGÍLIO, POETA DA ANTIGUIDADE QUE ELE ADMIRA, DISPOSTO A GUIÁ-LO POR UM CAMINHO ALTERNATIVO. VIRGÍLIO FOI CHAMADO POR BEATRIZ, PAIXÃO DA INFÂNCIA DE DANTE, QUE O VIU EM APUROS E DECIDIU AJUDÁ-LO. ELA DESCEU DO CÉU E FOI BUSCAR VIRGÍLIO NO LIMBO. O CAMINHO PROPOSTO POR VIRGÍLIO CONSISTE EM FAZER UMA VIAGEM PELO CENTRO DA TERRA. INICIANDO NOS PORTAIS DO INFERNO, ATRAVESSARIAM O MUNDO SUBTERRÂNEO ATÉ CHEGAR AOS PÉS DO MONTE DO PURGATÓRIO. O PURGATÓRIO DE DANTE SAINDO DO INFERNO, DANTE E VIRGÍLIO SE VEEM DIANTE DE UMA ALTÍSSIMA MONTANHA: O PURGATÓRIO. A MONTANHA É TÃO ALTA QUE ULTRAPASSA A ESFERA DO AR E PENETRA NA ESFERA DO FOGO CHEGANDO A ALCANÇAR O CÉU. NA BASE DA MONTANHA ENCONTRAM O ANTE PURGATÓRIO, ONDE AQUELES QUE SE ARREPENDERAM TARDIAMENTE DOS SEUS PECADOS AGUARDAM A OPORTUNIDADE PARA ENTRAR NO PURGATÓRIO PROPRIAMENTE DITO. DEPOIS DE PASSAR PELOS DOIS NÍVEIS DO ANTE PURGATÓRIO, OS POETAS ATRAVESSAM UM PORTAL E INICIAM SUA NOVA ODISSEIA, DESTA VEZ SUBINDO CADA VEZ MAIS. PASSAM POR SETE TERRAÇOS, CADA UM MAIS ALTO QUE O OUTRO, ONDE SÃO EXPURGADOS CADA UM DOS SETE PECADOS CAPITAIS. NO ÚLTIMO CÍRCULO DO PURGATÓRIO, DANTE SE DESPEDE DE VIRGÍLIO E SEGUE ACOMPANHADO POR UM ANJO QUE O LEVA ATRAVÉS DE UM FOGO QUE SEPARA O PURGATÓRIO DO PARAÍSO TERRESTRE. FINALMENTE, ÀS MARGENS DO RIO LETES, DANTE ENCONTRA BEATRIZ E SE PURIFICA, BANHANDO-SE NAS ÁGUAS DO RIO PARA QUE POSSA PROSSEGUIR VIAGEM E SUBIR ÀS ESTRELAS. O PARAÍSO DE DANTE O PARAÍSO DE DANTE É DIVIDIDO EM DUAS PARTES: UM MATERIAL E UMA ESPIRITUAL, ONDE NÃO HÁ MATÉRIA. A PARTE MATERIAL SEGUE O MODELO COSMOLÓGICO DE PTOLOMEU E CONSISTE DE NOVE CÍRCULOS FORMADOS PELOS SETE PLANETAS, INCLUINDO O NOSSO SATÉLITE A LUA, DEPOIS OS CORPOS CELESTES MERCÚRIO, VÊNUS, SOL, MARTE, JÚPITER E SATURNO, O CÉU DAS ESTRELAS FIXAS E O PRIMUM MÓBILE, O CÉU CRISTALINO E ÚLTIMO CÍRCULO DA MATÉRIA. AINDA NO PARAÍSO TERRESTRE, BEATRIZ OLHA FIXAMENTE PARA O SOL E DANTE A ACOMPANHA ATÉ QUE AMBOS COMEÇAM A ELEVAR-SE, TRANSUMANANDO. GUIADO POR BEATRIZ, DANTE PASSA PELOS VÁRIOS CÉUS DO PARAÍSO E ENCONTRA PERSONAGENS COMO SÃO TOMÁS DE AQUINO E O IMPERADOR JUSTINIANO. CHEGANDO AO CÉU DE ESTRELAS FIXAS, ELE É INTERROGADO PELOS SANTOS SOBRE SUAS POSIÇÕES FILOSÓFICAS E RELIGIOSAS. DEPOIS DO INTERROGATÓRIO, RECEBE PERMISSÃO PARA PROSSEGUIR. NO CÉU CRISTALINO DANTE ALIGHIERI, ADQUIRE UMA NOVA CAPACIDADE VISUAL, E PASSA A TER VISÃO PARA COMPREENDER O MUNDO ESPIRITUAL, ONDE ELE ENCONTRA NOVE CÍRCULOS ANGÉLICOS, CONCÊNTRICOS, QUE GIRAM EM VOLTA DE DEUS. LÁ, AO RECEBER A VISÃO DA ROSA MÍSTICA, SE SEPARA DE BEATRIZ E TEM A OPORTUNIDADE DE SENTIR O AMOR DIVINO QUE EMANA DIRETAMENTE DE DEUS, O AMOR QUE MOVE O SOL E AS OUTRAS ESTRELAS. A LUXÚRIA DE VIRGÍLIO E, DANTE OBSERVAM AS ALMAS CONDENADAS PELO PECADO DA LUXÚRIA SENDO CARREGADAS PELO VENTO. NO PRIMEIRO PLANO, PAOLO E FRANCESCA. DANTE, ESTÁCIO E VIRGÍLIO SOBEM PARA A SÉTIMA CORNIJA, ONDE ESTÃO OS LUXURIOSOS ARDENDO NO FOGO. IRA FLÉGIAS, O BARQUEIRO, REALIZA A TRAVESSIA DO RIO ESTIGE LEVANDO DANTE E VIRGÍLIO. DENTRO DO RIO ESTÃO CONDENADOS PELO PECADO DA IRA OU ÓDIO.
GESNER LAS CASAS
RADIALISTA, ARTISTA PLÁSTICO, COMENDADOR DE TOBIAS DE AGUIAR & JORNALISTA
LAS CASAS
Enviado por LAS CASAS em 17/05/2017
Código do texto: T6001843
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
LAS CASAS
Marília - São Paulo - Brasil, 77 anos
457 textos (3530 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/07/17 21:34)
LAS CASAS