Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Camareira de hotel descobre laranja que pisca

Ontem à tarde, dia 22 de agosto, camareira do Hotel SW Cancun, no México, Soraia Trindade Dinero, encontrou uma fruta com estranhos poderes, bastante semelhante a uma laranja, enquanto arrumava o quarto 209.

O Hotel SW Cancun, localizado na cidade de Cancun, é conhecido pelos seus arredores verdes, repletos de flores e frutas. Longe do agito e dos pontos turísticos, é reservado àqueles que necessitam descansar do trabalho e do trânsito infernal das grandes cidades.
 
Composto de 400 apartamentos, distribuídos em 5 andares, o hotel oferece uma bela infra-estrutura: 3 piscinas, 4 restaurantes, recreação adulto-infantil, quadra de tênis e de futebol e, se necessário, há também um famosíssimo salão de beleza para hóspedes.

Soraia Dinero, ontem, por volta das 16:05, acompanhada de Maria Ayello, estava limpando e organizando o quarto 209, que fora liberado por um casal norte-americano momentos antes. Segundo as camareiras, tudo parecia normal até encontrarem uma caixa preta dentro do Box do banheiro.

Elas assustaram-se com o tamanho e com o peso – muito pequena e muito pesada, porém recordam-se de logo terem-na aberto em função da curiosidade. Maria Ayello optou por retirar a estranha caixa de dentro do Box e Soraia Dinero foi a escolhida para descobrir o segredo nela contido.
 
Não se sabe exatamente o porquê de ter sido encontrada uma caixa de cor escura no quarto 209 e, muito menos, minutos depois do “check-out” de Peter e Mary Moss. Mas, Soraia Dinero revela: “- Parecia uma laranja. E ela piscava para mim. Era muito, muito semelhante a uma laranja, porém era extremamente lisa, pesada, com um cheiro horrível e se mexia. Eu até pensei que estava ficando maluca, mas a minha colega de trabalho confirmou.”

Pesquisas breves foram realizadas a respeito do envolvimento do casal norte-americano no caso, e a única informação que se tem é sobre a chegada de Peter e Mary Moss no Hotel SW Cancun: Diego Dalí, recepcionista do hotel e responsável pelo “check-in” do casal no dia 19 de agosto, lembra-se de que tanto o homem quanto a mulher estavam cansados, carregando bagagem em excesso e, sim, uma caixa preta estranha da qual Mary Moss não desgrudava.
Nicole Pozza
Enviado por Nicole Pozza em 24/08/2007
Código do texto: T622042

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Nicole Pozza
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil
6 textos (516 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/17 15:10)
Nicole Pozza