Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Mistério da terrível caixa

Está é uma história de mistério.
Isso você já deve ter notado pelo título.
Se você sofre do coração, pare agora mesmo,
não siga em frente. Se você tem medo de histórias como está, estranhas, sobrenaturais, é melhor você procurar outro texto. Senão, depois você não vai conseguir dormir à noite.
O quê?
Vai continuar a ler?
Problema seu, eu avisei:
“ESSA É UMA HISTÓRIA TERRÍVEL”.
Veja a Marina, por exemplo. Pobre menina, só tem cinco anos. Foi a primeira criança a ver a caixa. É, a caixa misteriosa. Que caixa é essa?
Ora, é a caixa que deu origem a está história! A caixa que deixaram na porta do quarto da Marina. A caixa que Marina viu, num belo dia, logo que acordou. A caixa que Marina destampou, curiosa pra saber o que tinha dentro. A terrível caixa!
Marina destampou a caixa e viu o seu conteúdo.
_Santo Deus! –disse Marina
O que era aquilo?! Marina ficou olhando, olhando... Soltou uma boa risada e tornou a tampar a caixa. Correu pra cozinha, precisava chamar a mãe.
A mãe da Marina veio de pijama e chinelo, puxada pela filha. Quando viu a caixa, perguntou:
“_Mas quem deixou isso aqui?”
Quando abriu a caixa, quase morreu de susto. Que horror! Pegou a filha no colo e correu pra fora de casa. Chamou o marido, os bombeiros.
O marido abriu a caixa e ficou durante um bom tempo olhando seu interior.
Ficou assim, parado, bobo, sem dizer nada. Marina continuava rindo, e a mãe, chorando. E o marido parado, pensativo.
Os bombeiros vieram. Eram três. Afastaram todo mundo, cercaram a caixa contaram até três: “Um, dois.... três!”
Espanto geral. Nunca haviam visto nada igual àquilo em toda a sua vida. O bombeiro mais novo tremia de medo. O do meio não sabia se ria ou se chorava. Já o mais velho desmanchava-se em gargalhadas. Pra ele, era tudo muito divertido!
Foi assim que levaram a caixa pra prefeitura. Foi o maior fuzuê!
O prefeito, os vereadores e todos os funcionários não sabiam o que dizer.
Uns gargalhavam, outros sorriam de felicidade.
Depois, puseram a caixa na praça da cidade, pra que todos pudessem ver, Está lá até hoje.
E tem uma fila enorme de curiosos querendo ver o que há dentro dela.
Você também quer saber? Quer descobrir o que tem dentro da caixa? Olha, vou ficar te devendo essa.
Eu não sei. Juro, não sei mesmo. Não fique nervoso!
Eu te avisei que está era uma história de mistério.
Certa vez, conversei com um velhinho que havia olhado dentro da caixa. O que ele me disse talvez sirva pra você fazer uma idéia do que poderia ser. Ele disse o seguinte:
_LÁ DENTRO TEM UMA COISA QUE É UMA GRANDE

SURPRESA.
UMA COISA QUE NÃO TEM

FORMA,
NEM COR,
NEM CHEIRO.

UM TROÇO QUE MUDA DE CARA A TODA HORA. UM TROÇO QUE ÀS VEZES É FEIO E TRISTE, ÀS VEZES É BONITO E ENGRAÇADO, DEPENDE DA PESSOA.
ENTÃO, O VELHINHO COÇOU O QUEIXO,
PENSOU MAIS UM POUCO E ARREMATOU:
_OLHA,MOÇO, É UM TROÇO MUITO PARECIDO COM A
                                      VIDA!
Maryana Mary
Enviado por Maryana Mary em 25/09/2007
Código do texto: T668407

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maryana Mary
Caraguatatuba - São Paulo - Brasil, 20 anos
8 textos (2662 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 04:25)
Maryana Mary