Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Desabafo

As vezes paro para pensar na estrela que guia minha vida, penso ao olhar para o céu em tudo em que já passei, penso em tudo em que eu passo... e percebo que as vezes reclamo atoa pois minha vida e perfeitamente normal... eu tenho pernas,olhos,boca,coração,cérebro,mãos tudo perfeito...tristezas todos nós temos...muitas vezes as pessoas dizem que estou em depressão, eu acho que todos tem uma ideia errada do que é ser feliz, e muitas pessoas acham q o meu jeito de ser pode ser um tanto quanto chato mas eu sou feliz assim...brinco,falo alto,amo,sou amada,fico rindo de tudo,sou infantil,sou idiota quando quero ser,sou boba...e nao tenho vergonha disso,porque a estrela que me guia me dá apoio.
Voces devem estar pensando que estrela é essa?
A resposta é a seguite a minha estrela é um ser muito elevado o qual não está mais entre nós que sempre guia meus passos e me ajuda até quando estou errada...
Eu cresci sozinha,nunca tive niguém que prestasse atençao em uma tristeza minha ou seja eu tenho consiencia das coisas que acontecem ao meu redor e o que as pessoas sentem por mim...
eu  muitas vezes me calo,fico aqui em meu quarto isolada,eu e meu computador pois é assim  que me sinto bem...pois aqui isolada ninguém me julga ou me faz sofrer...
Eu gostaria que todos lessem isso para tomar como exemplo e pararem de reclamar de suas vidas pois todos nós temos problemas... e todos nós somos especiais e merecemos sermos felizes.
eu li um texto que se resume mais ou menos assim:
"se a vida lhe apresentar problemas os encare de frente e coma os morangos da felicidade que eles iram embora mais rapido do que esperamos"
Feliz Natal!

Ludmila M.Bruno
Ludmilambruno
Enviado por Ludmilambruno em 15/12/2005
Código do texto: T86277
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Ludmilambruno
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 28 anos
13 textos (1249 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 05:19)
Ludmilambruno