Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

"sujeitos ao desaforo"

Continuação da carta de ontem, em título: Daniel Cristal, para guardar memória nesta construção de estória…; começa no MURAL:

02/08/05 08:17 - Daniel Cristal
SUJEITOS AO DESAFORO

«Na Net é assim: Um espaço livre e irresponsável, onde aparecem os inimputáveis. Inimputáveis porque não há por onde, nem como os condenar.
Não há uma autoridade global providente e previdente que tutele.

Um destes dias fui visitar um Website. Ou Site. Ou HP, ou Página de... . Li no seu Livro de Visitas, as maiores barbaridades que se podem lançar à pessoa de um Poeta (dos melhores). Não li crítica ponderada, nem comentário ajustado em linguagem cuidada, mas ataque soez, injúria aleivosa. Quem lê esses desaforos expressos, condenará, é certo, quem os proferiu, se estivar dentro dos meandros das questões interpostas. Se não estiver, ficará na dúvida. E é esta dúvida que é maldosa e danosa. O desaforo mereceria ser condenado por uma justiça actuante, em casos semelhantes.

Mas não é só quem profere a aleivosia que deveria ser condenado/a. Também deveria ser condenada/o o/a dono/a ou donos/as do Website, especialmente este/s ou esta/s, por permitir a divulgação de incorrecções, do desrespeito, da aleivosia, da maldade mais aviltante. Há donos de websites e grupos, que não têm competência para liderar o movimento que gerem.
Quem conhece, como eu, o escritor atacado, sente desolação por este espaço virtual. Pelo seu possível papel informativo e formativo, mereceria conter gente mais humana, mais responsável (e responsabilizada); se houvesse uma Procuradoria do Emissor/Receptor é muito possível que proliferasse gente com um sentido ético mais apurado, pois que teria mesmo de o apurar para não ser alheada e/ou marginalizada. Do modo em que andam as coisas, a Net não é um espaço salutar, nem convidativo, e os que a evitam têm razões de sobra para viver à parte, ou conviver em espaços mais restritos e mais bem seleccionados.»

Armando Figueiredo


http://daniel.cristal.planetaclix.pt/index.html
COM POESIA DITA PELO POETA
( Comente para aferição! )

[Três “posts” depois, comentei:]

02/08/05 12:52 - Francisco Coimbra
NESTE FORO
Neste foro... somos nós que damos foral e alforria, tendo de defender, se necessário, a Liberdade. Para comentar SUJEITOS AO DESAFORO, cá estou a usar o Mural onde foi pedido comentário usando-o como Fórum. O meu comentário é este: se a Net é um espaço livre, não é irresponsável, é livre. A Liberdade, como ideia ou prática, sempre teve de ser defendida. Num espaço democrático, o todos é cada um.
Penso que Daniel Cristal ao falar por ele desejou falar com todos, num desejo de conformidade com as suas ideias, não o quero deixar sem resposta. Direi que levanta em torno duma questão várias, múltiplos problemas que nunca terão solução havendo liberdade de expressão. A falta de cultura e educação só pode ser melhorada, com a cultura democrática... aqui praticada.
Daqui o saúdo, saudações ao Recanto...! Abraços.

[10  “posts” depois do meu, retorquiu:]

03/08/05 06:50 - Daniel Cristal
SUJEITOS AO DESAFORO «Na Net é assim: Um espaço livre e irresponsável, onde aparecem os inimputáveis. Inimputáveis porque não há por onde, nem co... 02/08/05 08:17 - Daniel Cristal
----------------------
ALÉM DA CRÍTICA AQUI EXPRESSA POR FRANCISCO COIMBRA NESTE RECANTO, RECEBI MAIS TRÊS COMENTÁRIOS, DE ESTETAS MUITO IMPORTANTES DA NET.

Querido poeta, bom dia!

Sei que é muito ocupado e, por isso, nem se preocupe em me responder, pois não faço o gênero melindrosa.

Como já avisei a todos os amigos, há mais de dois meses, por problemas de saúde e tempo, estou praticamente em ''off'' com as atividades virtuais. Se fico aqui uma hora, a coluna, o joelho e tendinites (passar dos 30 anos é uma ''coisa'', viu? rssss), já começam a doer e tenho que me retirar, portanto, mal dá pra responder a um ou outro e-mail, qto mais olhar as páginas de atualizações e links indicados pelos amigos, fatores ainda mais complicados pelo tipo de conexão que estou fazendo, em S.P., que é o pulso telefônico e uma única linha que é solicitada o tempo todo.

Neste momento, encontro-me hospitalizada no Hosp. Samaritano, em S. P., submetendo-me ao tratamento de iodoterapia, objetivando exterminar uma certa quantidade de células (restos tireoidianos), que restaram da cirurgia de câncer de tireóide, que fiz em setembro/2003, situação essa, que, devido à preparação para o tratamento, deixa a gente num estado de prostração tal, que perde-se a vontade de fazer-se qualquer coisa, principalmente conversar, trocar idéias... Mas, são coisas dessa nossa vida e, enquanto o Criador não nos chama temos que seguir em frente e buscar o ânimo, de qualquer jeito... Mas logo estarei bem, com certeza!

Poeta, tenho lido seus envios, na medida do possível e, sempre que consigo, fico super feliz, serenada e sentindo-me mais acrescentada interiormente, pois seus textos, além de sensivelmente líricos, são prenhes de reflexões e sabedoria, ingredientes necessários para que prossigamos a vida com coragem para fazer reavaliações e mudanças posturais, sempre necessárias ao nosso desenvolvimento interior.

Quanto a essa sua mensagem de hoje, fico profundamente consternada (nem sei a quem se refere, pois como disse, tenho ficado pouco aqui), mas confiando em seu bom senso e sensibilidade apurada, sei que alguém está sendo lesado e, isso, mexe com as fibras da gente.

Não posso fazer nada, mas envio meu sentimento de solidariedade a vc e ao escritor prejudicado, torcendo, muiiiiitooo, para que o ambiente virtual tome rumos de mais decência, pois isso, como vc disse, deixa de ser convidativo, pois acaba caindo na degradação. É uma pena, pois poderia ser muito diferente - mais salutar e gostoso!

Aceite meu abraço, cúmplice e carinhoso e os votos de que tudo se ajeite... Temos que manter, ao menos, a esperança!

Grace Spiller :-)

Estimado poeta , gostei do seu comentário , aliás , sempre oportuno com relação a impunidade que corre solta pela internet em todos os sentidos .Aproveito para parabenizá-lo pela coragem que sempre teve de abordar questões ou demandas muitas vezes polêmicas a bem da justiça e da verdade, defendendo os seus direitos e muitas vezes os nossos .
Parabéns nobre poeta !

Martinez

Caro Armando, não sei de que sujeito fala, mas dou-lhe toda a razão.
Mas só um parênteses, nem todos os Livros de Visitas são acessíveis para se poder apagar esta ou aquela mensagem, principalmente os livros gratuitos.
Um abraço,
Victor Jeronimo

Nobre poeta , você sim é uma personalidade !
Profundo conhecedor da poesia e sua lira , exímio narrador e grande mestre conhecido nos quatro cantos da nossa internet e em muitos países do mundo!
Sou seu admirador e fã , embora não tenha respondido aos e-mails que recebo , quero que saiba que leio todos e tenho uma pasta especialmente reservada aos mesmos !
Primo pela qualidade e não perco a oportunidade do aprendizado, lendo os seus poemas.
Abraços

Martinez  (Maestro)
 
(NOTA: A PROVEDORIA DO EMISSOR/RECEPTOR, QUE A. F. AVENTOU NESTE MURAL NÃO É NENHUM FENÓMENO ANTI-DEMOCRÁTICO, MAS UM MEIO PARA TORNAR A DEMOCRCIA MAIS RESPONSÁVEL [À REFLEXÃO DE FRANCISCO COIMBRA]) A. F.

_____________________________________________________________________
http://daniel.cristal.planetaclix.pt/index.html
COM POESIA DITA PELO POETA
( Comente para aferição! )

[2 “posts” depois, voltei a comentar:]

03/08/05 11:20 - Francisco Coimbra
SUJEITOS AO DESAFORO
Para não me alongar aqui no Mural, publiquei carta para o Daniel Cristal na minha escrivaninha. É uma "carta aberta"...
Saudações recantuais!

[Outros interlocutores, depois destes “posts” mencionados, escreveram no Mural, deixaram comentário na minha carta ou reflectiram nas suas escrivaninhas. Não os cito, para não parecer estar a argumentar com as suas palavras. Pela riqueza especulativa e literária, deixo indicação dum texto. Fica nas palavras que a esse texto me conduziram,

3 “posts” depois:]

03/08/05 17:49 - Débora Denadai
INCRÍVEL E MUITO BOM O TEXTO DO NOSSO COLEGA DO RECANTO,  ANTONIO VIRGILIO DE ANDRADE, "MANIFESTO VIRTUAL". (...)

DÉBORA

[x “post” depois + nada a relatar, a não ser...]

04/08/05 09:36 - Daniel Cristal
Assunto: Carências - Daniel Cristal (Poema Declamado) - FORMATAÇÃO E DIVULGAÇÃO DE MAÍSA ABREU

CARÊNCIAS
DanielCristal

Não preciso de muito para ser feliz!
.....
Francisco Coimbra
Enviado por Francisco Coimbra em 04/08/2005
Reeditado em 06/11/2005
Código do texto: T40162
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Francisco Coimbra
Portugal
785 textos (310491 leituras)
37 áudios (39565 audições)
1 e-livros (148 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 04:03)
Francisco Coimbra