Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Rosario Tijeras (Emilio Maillé, 2005)

É uma pena que seja incomum a nós brasileiros assistir um (bom) filme latino-americano, exceção feita a alguns (poucos) filmes argentinos que chegam a "nosotros".
Como já cheguei a comentar a respeito da música que se faz no continente, parece haver um certo preconceito nacional contra a esporádica mas excelente safra recente de filmes latino-americanos.
"Rosario Tijeras" é um bom exemplo disso. A excelente produção colombiana pode até ter passado nos cinemas daqui - coisa que desconheço - mas se passou, foi batido. Uma pena, a se considerar a qualidade do filme como um todo, e as excelentes interpretações de Flora Martinez e seus amigos Unax Ugalde e Manolo Cardona, a fotografia hollywoodiana e o fantástico roteiro baseado na obra de Jorge Franco.
Flora é uma deusa, uma das mulheres mais belas que a tela grande já viu. Infelizmente, Rosario - sua personagem - é uma daquelas "meninas do tráfico" que nós cariocas já conhecemos (pelo menos de ouvir falar) e sua história é um melodrama essencialmente latino, embora pudesse ser ambientado em SP ou RJ hoje em dia, e não na Medellin de 1989. Sua história é também representativa de toda uma geração - a minha - espremida entre as boates, as drogas e a dissipação, nem sempre com resultados agradáveis. Toda a loucura do "verão do amor de 1988/89" está lá, assim como detalhes que levam a protagonista da prostituição ao assassínio, sempre com uma sensualidade que não nos leva ao prazer, mas sim à empatia com uma vida e uma geração despedaçadas.
Renato van Wilpe Bach
Enviado por Renato van Wilpe Bach em 10/04/2006
Código do texto: T137043
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Renato van Wilpe Bach
Ponta Grossa - Paraná - Brasil
95 textos (17729 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 16:18)
Renato van Wilpe Bach