Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ROD TV episódio 10: a história das três irmãs

ROD TV episódio 10: a história das três irmãs
Miguel Carqueija


Num comovente entrecho as três manipuladoras de papel, Maggie, Michelle e Anita contam à escritora Sumiregawa Nenene como foi que se conheceram dois anos atrás, na véspera de Natal e como passaram a viver como irmãs. Nenene acabara de participar de uma festa de escritores onde fôra homenageada e prometera trazer à lume um novo romance após anos de ausência. Então, à saída, as três a convidam para uma festa reservada, e é quando rola a história.
Michelle e Maggie conhecem-se num ponto de encontro utilizado pela Dokuseisha em Hong Kong, pois ambas haviam sido contratadas para recuperar um dos livros místicos perdidos da Biblioteca Britânica (como se sabe dos episódios anteriores, a Dokuseisha desenvolvia uma operação tenaz para se apossar de todos os livros em questão), e que estaria numa igreja católica fechada e abandonada.
Ao penetrarem no local utilizando seus poderes com papel elas descobrem que o livro procurado não se encontra por lá e já teria sido levado para outro local. Uma grande surpresa, porém, estava reservada...



Resenha do décimo episódio (Canção de Natal) do seriado de tv “ROD-read or dream” (leia ou sonhe) – J.C. Staff e Studio Deen, Japão, 2003-2004. Direção: Koji Masunari. Adaptação dos personagens criados por Hideyuki Kurama (autor) e Shutaro Yamada (ilustrações) em 11 volumes de romance editados pela Shueisha a partir de 2000 (já foi anunciado o décimo-segundo volume).

Dublagem original:
Anita King.................................Chiwa Saito
Maggie Mui..............................Hiromi Hirata
Sumiregawa Nenene................Satsuki Yukino
Michelle Cheung.......................Shouko Kikuchi


“Eu não tenho nada pra comer, meus pais estão mortos e fugi dos meus pais adotivos... e é muito frio à noite.”
(Anita King)


“É véspera de Natal, não é? Por isso eu estava rezando quando ouvi vozes. Aí, soube que Deus tinha enviado vocês duas pra mim.”
(Anita King)

“Aquilo que uma pessoa não pode, duas podem superar. Então, se tiver três de nós, poderemos dar conta de qualquer coisa!”
(Michelle Cheung)


A descoberta de Anita, no subterrâneo da igreja e encostada ao pedestal da imagem de Nossa Senhora, surpreende as duas mercenárias e as deixa perplexas. Num primeiro momento elas se esquivam, até porque nem se conheciam direito uma à outra. Michelle é alegre e extrovertida, Maggie, altíssima, é depressiva, “muito séria” como diz Michelle, fala em sussurros. Anita, de temperamento muito divertido com suas idiossincrasias (como a de beber leite em quantidade em garrafinhas) nesse momento não está para brincadeiras pois a fome, o frio e a solidão mostram-lhe claramente que ela está à beira da morte. Desiludida de tudo, quando Maggie e Michelle se retiram da igreja Anita murmura: “Deus é inútil!” E dói a ela saber que naquele exato momento, enquanto morre de fome, tantas pessoas comemoram o Natal com festas e comidas.
O milagre, porém, ocorre. Michelle reaparece dizendo “Feliz Natal!” e presenteando-a com um livro. Anita sabe que um livro não matará a sua fome, mas Michelle então pronuncia: “Quer morar comigo, Anita?”
A menina, que tem na ocasião uns onze anos, ainda está surpresa quando surge Maggie, também desejando feliz Natal e presenteando-a com um livro (o mesmo livro que Michelle dera). E para espantar o frio da garota, coloca-lhe um cachecol.
Michelle, que também ficara surpreendida com a entrada de Maggie — pois elas tiveram a iniciativa separadamente — propõe então que as três passem a morar juntas, como irmãs.
A sensibilidade desse episódio é extraordinária e bem demonstra como é criativa e humana esta série.

Rio de Janeiro, 13 de setembro de 2017.




 
Miguel Carqueija
Enviado por Miguel Carqueija em 13/09/2017
Código do texto: T6112567
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Miguel Carqueija
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 69 anos
1707 textos (75293 leituras)
40 e-livros (3911 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/09/17 15:26)
Miguel Carqueija