Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CIDADÃO KANE - ORSON WELLES

Quando Orson Welles lançou o filme “Cidadão Kane” em 1941, o que se presenciou foi uma revolução na história do cinema.

O início do filme deixa claro um enigma que acompanhará a trama e será revelado, somente para o público, nas cenas finais. A palavra “rosebud”, pronunciada pelo personagem no momento de sua morte, propicia curiosidade, até ser revelada como a marca de um trenó, o qual simboliza um dos poucos momentos da infância vivida por Charles Foster Kane.

Após a ascensão do “imperador da comunicação”, o personagem entra num profundo declínio, causado não somente pelas idéias arrojadas, bem como por dois casamentos desfeitos. A cena inicial leva-nos a compreendê-lo, seu arrependimento de não aproveitar a infância como qualquer criança comum. Deixa-nos a impressão de que Charles faria tudo exatamente diferente, caso pudesse prever seu destino ou tivesse uma nova chance.

Cidadão Kane é considerado pelos críticos como o melhor filme de todos os tempos. Produzido em 1941, traz diversas inovações de sombras e imagens nunca vistas até então ( angulações, sobreposições de imagens, etc ). Tais inovações seriam incorporadas aos filmes que o sucederam, e até nos dias de hoje, esses recursos são utilizados.

Apesar do roteiro simples, a genialidade do filme encontra-se exatamente na riqueza de recursos “inéditos”, e até em situações consideradas impróprias e polêmicas para a época.

É um filme indispensável, não somente para os amantes de cinema, como também para os estudantes e profissionais de comunicação. Todo jornalista tem um pouco de Charles Foster Kane dentro de si, seu brilhantismo é absolutamente incontestável. Porém, Charles Foster Kane tem dentro de si um pouco do que nenhum jornalista gostaria de ter: as embrulhadas, a perda do controle profissional em virtude de questões exteriores, como o casamento e os caprichos de uma mulher.

Caso queira adquirir o filme, favor solicitar por e-mail.

COPYRIGHT © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Para a aquisição desse texto para fins de qualquer natureza – inclusive para reprodução, trabalhos profissionais ou acadêmicos –, favor entrar em contato pelo e-mail jdmorbidelli@estadao.com.br.

Agradeço se puder deixar um comentário.

JDM
José Donizetti Morbidelli
Enviado por José Donizetti Morbidelli em 16/12/2005
Reeditado em 30/10/2009
Código do texto: T86590
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Donizetti Morbidelli
São Paulo - São Paulo - Brasil
218 textos (621816 leituras)
24 e-livros (1368 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 01:22)
José Donizetti Morbidelli