Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Vendedor de Sonhos - Augusto Cury

CURY, Augusto. O Vendedor de Sonhos, O Chamado. 7. ed. São Paulo: Editora Academia de Inteligência, 2008.

RESUMO
O livro “Vendedor de Sonhos” faz uma reflexão socióloga e religiosa. Submete o leitor ao mundo da psique humana. O acompanhamento da história de um vendedor de sonhos, que confunde mentes por onde passa.
Júlio César, renomado professor, reencontra o sentido da vida com a ajuda de seu futuro mestre, que o impede de cometer suicídio. Com intermináveis indagações, esse homem, de quem ninguém sabe a origem, o nome ou a história, sai proclamando aos quatro ventos que as sociedades modernas se converteram num hospício global. Numa eloqüência cativante, começa a chamar seguidores para vender sonhos.
 É impossível chegar ao meio de “O Vendedor de Sonhos” e não ter se perguntado se realmente vivemos em um manicômio global, como sugere o personagem principal.

RESENHA
 O livro convida a uma viagem ao interior de cada pessoa. No geral, é um livro de auto-ajuda muito mais elaborado e com uma história que prende o leitor pelo diferente, pela excentricidade do personagem principal. Durante toda a obra nos perguntamos de onde vem o mestre? Será que teve graduação? Como uma pessoa que mora embaixo de uma ponte pode ser tão esclarecida e tão incisiva?
Após persuadir o professor universitário, o vendedor de sonhos conseguiu recrutá-lo para seguir este foco principal: tentar mostrar para as pessoas que o mundo em que vivemos está corrompido e decadente. Na visão do vendedor, todo o sistema escraviza as pessoas e a grande maioria não se dá conta de que não aproveita o maior dom que temos, que é viver. Para o mestre, como o professor Julio César começou a chamá-lo, o mundo está doente.
A todos os momentos, o Vendedor de Sonhos, taxado como mestre, entra em locais inusitados como, por exemplo, funerais e tenta mostrar às pessoas o lado da vida que nos esquecemos ou que fazemos questão de não enxergar seja por esquecimento ou porque estamos na mesmice do mundo cotidiano e esquecemos de olhar o todo com sentimento real e de amor fraternal.
O autor mostra que independente de méritos acadêmicos, que ganhamos durante nossa vida ou posição social, que muitas vezes esquecemos do mais importante que cada um de nós considera para si. A todo o momento é posto em xeque os valores e a moralidade; que muitas vezes a posse de bens não significa ser uma pessoa mais evoluída ou mais inteligente.
Na sua grande missão, o mestre foi criando uma equipe, conseguindo atrair cada vez mais pessoas, entusiasmadas com seus pensamentos revolucionários. Entretanto a cada investida, muitos inimigos se tornam parte do seu meio também. A cada página vamos descobrindo quem é o misterioso homem que consegue cativar e embutir suas idéias na mente das pessoas.
O livro intitulado como ficção pelo próprio autor, nos promete chorar, rir e pensar muito. Chorar mesmo, não; rir de fato, sim, com as perspicácias dos personagens “Bartolomeu e Barnabé” foram possíveis; e quanto a pensar muito, algumas reflexões nos leva a interiorizar este mundo de TER X SER, bem claro no livro, porém o ser caminhante, sem agendas, não é possível nesta sociedade, onde temos ainda muitos compromissos, entre a imagem que sou e a imagem que pretendo ser, onde impera os conflitos, tão bem trabalhados na história.
Uma música que todos os seguidores, além de seu mestre sempre cantam e que define muito bem o livro é a seguinte:
“Sou apenas um caminhante”.
Que perdeu o medo de se perder
Estou seguro de que sou imperfeito
Podem me chamar de louco
Podem zombar das minhas idéias
Não importa!
O que importa é que sou um caminhante
Que vende sonhos para os passantes
Não tenho bússola nem agenda
Não tenho nada, mas tenho tudo
Sou apenas um caminhante
À procura de mim mesmo”
 

Obs. Este livro daria um bom filme, muito rico em detalhes.



Komattsu, K.
Mara  Perillo

Mara Perillo e K Komattsu
Enviado por Mara Perillo em 23/07/2009
Reeditado em 11/03/2013
Código do texto: T1715222
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original (Mara Perillo). Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Mara Perillo
São Paulo - São Paulo - Brasil
13 textos (50143 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/12/14 08:36)
Mara Perillo



Rádio Poética