Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ESPERAR É CASTIGO

(rondel)


Esperar é castigo a mim imposto...
Oh, Deus! Por que eu não o esqueço?
Não rompi, não trai o pacto proposto,
Mas sofrendo aqui eu permaneço.

Qual o meu erro? Pergunto com desgosto.
Se amar demais é crime eu desconheço.
Esperar é castigo a mim imposto...
Oh, Deus! Por que eu não o esqueço?

As lágrimas traçaram vincos no meu rosto...
Diante da corrida do tempo eu esmoreço,
E ao escurecer, depois do sol posto,
Cresce a dor e sabendo que eu amanheço,
Esperar é castigo a mim imposto...

24/11/06.
Maria Hilda de Jesus Alão
Enviado por Maria Hilda de Jesus Alão em 24/11/2006
Código do texto: T299903

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria Hilda de Jesus Alão
Santos - São Paulo - Brasil
848 textos (343240 leituras)
19 áudios (10580 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 06:28)
Maria Hilda de Jesus Alão