Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Arte visual e texto em espanhol do poeta, pintor e crítico de artes José Augustho Marques, o pluralíssimo Zé Poesia, RS.




ÀS AVESSAS
 
 
 
Às vezes, às avessas, o encontramos
das coisas o viés apropriado
que fazia milênios procuramos,
só então um viés consolidado.
 
Não é fácil, no rumo que plantamos,
nos nutrimos de amor despedaçado.
Às vezes, às avessas, o encontramos
das coisas o viés apropriado.
 
Todo bem os mortais o procuramos,
longe, às vezes, então ali ao lado,
e, de bobos, no mato nós jogamos.
E me foste!... Perdemos um passado.
Às vezes, às avessas, o encontramos.
 
Fort., 31/01/2016.
 
Gomes da Silveira
Enviado por Gomes da Silveira em 31/01/2016
Reeditado em 31/01/2016
Código do texto: T5528963
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gomes da Silveira
Fortaleza - Ceará - Brasil
3052 textos (127815 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/11/17 20:31)
Gomes da Silveira