Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amazónia - Pulmão verde e rubro


És verde e rubro, o pulmão deste planeta azul e branco
Verde das florestas em extensão, rubro das queimadas
Estendendo longos dedos negros em direcção ao flanco
Da mãe ignorada pelos filhos de quem devia ser amada

Noutros tempos eras verde, azul, claro, limpo e puro
No teu seio criavas belos seres, de alma transparente
Um belo e imponente rio atravessava teu corpo e juro...
eras a mais preciosa jóia deste planeta de alma doente

Mas os homens de distantes terras, foram chegando
De teu sadio, fértil, bravio e belo corpo se apossando
Para seu deleite, prazer, sendo a riqueza fácil, o tema

Teus tesouros foram furtando, teus rios conspurcando
Teus habitantes foram corrempendo, mulheres violando
Ainda será tempo de te salvar, sendo esse nosso lema?

Arlete Piedade
06/02/2006

Fada das Letras
Enviado por Fada das Letras em 17/02/2006
Código do texto: T113174

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Fada das Letras
Almeirim - Santarém - Portugal, 60 anos
243 textos (32145 leituras)
3 áudios (178 audições)
5 e-livros (288 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 06:01)
Fada das Letras