Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Soneto do churrasco

Chame as mulheres e pegue a cachaça
Ponha gelo no isopor com cerveja
Cuidado com o pão se não amassa
Carne e linguiça que o fogo almeja

Mais lenha na churrasqueira, coloque
Música alta: axé, funk ou pagode
Melhor ficar de boa, ninguém provoque
Pois, se não, é você quem se fode

Depois da biritada limpe tudo
Quanto aos seus pais, sobre isso, fique mudo
Guarde todo o resto para almoçar

Depois com o churrasco acabado
E você, também, todo detonado
Descanse até a ressaca passar
BOI (Luciano Alencar)
Enviado por BOI (Luciano Alencar) em 05/03/2006
Código do texto: T118847
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original).
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
BOI (Luciano Alencar)
Brasília - Distrito Federal - Brasil, 29 anos
246 textos (25429 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 20:48)
BOI (Luciano Alencar)