Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Olhos Verdes

Pepitas de esmeraldas reluzentes,
Visão de duas pedras, jades brutas,
Safiras esculpidas pelas lutas
Dos saqueadores pelas tuas lentes.

Verdes maçãs, pecaminosas frutas
Sem madurez, impuras e inocentes,
Brotos selvagens, puros e indecentes,
Adornos vãos de virgens prostitutas.

Quando a visão em teu verdor eu ponho,
Tu me arrebatas para a Natureza
E adentro verdejante e alegre sonho.

Aí não vejo predador nem presa;
Em meio às folhas, camaleão tristonho
Festeja nos teus olhos a Incerteza.
Thiago Leite
Enviado por Thiago Leite em 19/04/2005
Código do texto: T12093
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Thiago Leite
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil, 35 anos
35 textos (1308 leituras)
1 e-livros (11 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 12:15)
Thiago Leite