Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SONETO RESPOSTA A RÚBIA BOURGUIGNON

Minha amiga, Cupido assim ilude,
cheia de amor, a noite chega e sai...
Talvez ainda ouçamos da quietude
das varandas, algum suspiro ou ai.

Tem ele a astúcia de zeloso pai
e compreendeu que essa juventude
busca um canto onde a lua já não vai
derramar seu clarão em plenitude...

Cinema... lugar ermo... atrás do muro...
É aí, que ele arremessa suas setas,
ferindo tantos corações no escuro.

Não perderá a lua o seu reinado...
Jamais! Enquanto houver no mundo poetas
e o palpitar de um peito apaixonado!...

ABAIXO, O SONETO A NOITE ROMÂNTICA DE RÚBIA BOURGUIGNON

Plena de romance, a noite se aproxima.
Enviando seus cupidos, anjos do amor.
E a lua, toda faceira, pergunta animada:
_ A quem exibirei meu valor?

Mas os cupidos procuram em vão... Pobrezinhos!
E não encontram, ao menos para alivio,
Uma só mocinha, um só rapazinho,
Que possam transformar em namorados...!

Então a noite os reúne, e frustrada,
Retira-se decepcionada e cabisbaixa
Tristonha e infeliz como ela só!

A lua, por sua vez, chora indignada...
Já não é mais comparada às namoradas,
Agora é apenas um satélite... Que dó!



Reginaldo Costa de Albuquerque
Enviado por Reginaldo Costa de Albuquerque em 11/03/2006
Reeditado em 12/03/2006
Código do texto: T121847
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Reginaldo Costa de Albuquerque
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil, 53 anos
114 textos (11133 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 07:33)
Reginaldo Costa de Albuquerque