Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AMOR E ÓDIO


Por que o amor é algo tão insólito?
Não respeita nenhuma regra da razão
Falácia enternecida para o coração
Quisera meu amor ver transformado em ódio!

Assim, execraria de mim a ilusão
Capsiosamente à minh’alma imputada.
Pela musa, por mim tornada idolatrada.
Qual quimera e devaneio da percepção.

Enternecidos com a beleza dos atores
Imiscuímo-nos na comédia apresentada
Neste palco da vida e da cilada.

O logro fácil das formas e palavras
Levam-nos fatalmente a tão sutil engano,
Finda a peça. Do palco cai o pano!

22.03.2006
Tadeu Costa
Enviado por Tadeu Costa em 22/03/2006
Código do texto: T126977
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Tadeu Costa
Recife - Pernambuco - Brasil, 73 anos
97 textos (7724 leituras)
2 e-livros (226 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 05:36)
Tadeu Costa