Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Fabela da coruja e o gavião


—Bom dia compadre! Por que vagueias?
—Ando à procura de matar a fome.
Quisera ter nascido um bicho homem,
pra qualquer outro me servir de ceia!

Pávida, a coruja titubeia
e num chilreio pede ao gavião:
—OH! Meu compadre! Os meus filhos, Não!
São muito belos pra fartar-te a ceia.

—Mas só procuro criaturas feias
e ainda assim vivo a morrer de fome.
Porquê eu não nasci um bicho homem!?

A coruja, com dor no coração,
entrega-o um ovo em gestação:
—Prefiro dar-te um filho a ver-te homem!


Herculano Alencar
Enviado por Herculano Alencar em 23/03/2006
Código do texto: T127573
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Herculano Alencar
São Paulo - São Paulo - Brasil, 62 anos
1335 textos (57851 leituras)
5 áudios (264 audições)
13 e-livros (3207 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 23:22)
Herculano Alencar

Site do Escritor