Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Salvados de incêndio

Turva a fumaça ainda a minha vista
Muita fuligem há por todo lado
Resta no ar o cheiro de queimado
De retorcidos restos faço lista

Em todo canto formas calcinadas
Um mar de cinzas resta-me de saldo
Que se mistura à água do rescaldo
E emporcalha sobras chamuscadas

Ardeu em chama até ser consumido
Incendiário amor que deixa mágoa
Sem ter controle foi fornalha afora

Nenhum alarme lembro ter ouvido
Mas não esqueço o frio balde d'água
Que me jogaste quando foste embora
Sérgio Serra
Enviado por Sérgio Serra em 06/05/2006
Código do texto: T151206
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Sérgio Serra
Aracaju - Sergipe - Brasil, 60 anos
81 textos (54233 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 11:04)
Sérgio Serra