Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Almas Gêmeas

Eu estou inteiramente despedaçado
não posso ficar com ninguém por inteiro
saio correndo para dentro e fico parado
espreitando um amor passageiro...

Ao continuar fugindo para dentro em mim
te atropelei na esquina do meu coração
caí ao seu lado e te vi despedaçada assim
quem te quebrou fui eu no embate da razão

Agora que somos fragmentos mistos
nos recompomos e somos um
por um milagre do amor, jamais visto

Compreendi que o amor é como um vício
de sucumbir e doar-se por inteiro
dando assim o peito, ao punhal em sacrifício

Obs: Soneto Selecionado para fazer parte da Antologia "Os Mais Belos Poemas de Amor" da CBJE - Câmara Brasileira de Jovens Escritores - Publicado em Setembro de 2006
http://www.camarabrasileira.com/osmaisbelospoemas.htm
Heli de Abreu
Enviado por Heli de Abreu em 16/05/2006
Reeditado em 21/09/2006
Código do texto: T156946
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Heli de Abreu
Itapecerica da Serra - São Paulo - Brasil, 36 anos
43 textos (5349 leituras)
1 e-livros (64 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/02/17 17:43)
Heli de Abreu