Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SONETO DO 'STREEP TEASE'

Tão lentamente o sangue ruge a sós
No doce amargo que a mente crepita
Vindo a lutar como animal feroz
Fonte do ser que pulsa e me habita

E o que envolve de magia em nós
É esse teu gesto de mulher perita
Escorregando arredio com a voz
Acarinhando o que ao olhar palpita

Em ares que o encanto acaricie
És digna de um soneto ao erotismo
De um sorriso sério que desafie

Para que triunfes no ineditismo
E teu corpo-fogo me delicie
Qual febre do mistério em exorcismo
Miguel Eduardo Gonçalves
Enviado por Miguel Eduardo Gonçalves em 30/05/2006
Código do texto: T166117
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Miguel Eduardo Gonçalves
São Paulo - São Paulo - Brasil
909 textos (30689 leituras)
1 e-livros (38 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 20:42)
Miguel Eduardo Gonçalves