Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A CHAMA ACENDE

Se afagas, ao primeiro toque o entrego,
E se a sede, que faz tamanho alarde,
Logo arrebata, e mostra-se a meu ego,
Então a mão discreta que não tarde,
E o tempo seque a boca da saudade...
Cópula que te acende e tanto mata,
E morrendo, afinal será a verdade
Da doce entrega, louca autodidata,
Que desabrocha flor, rosa em botão,
Natureza sutil que não renegas
Porque tua resistência vai ao chão...
Quando a paixão ordena, é às cegas.
   Por isso, mas nem só, amo teu físico,
   E vejo-te comigo o paraíso.
Miguel Eduardo Gonçalves
Enviado por Miguel Eduardo Gonçalves em 28/06/2006
Código do texto: T183742
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Miguel Eduardo Gonçalves
São Paulo - São Paulo - Brasil
908 textos (30662 leituras)
1 e-livros (38 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 08:07)
Miguel Eduardo Gonçalves