Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Soneto de amor que não se conhece

Sou apenas um poeta do amor
De tal forma que nada mais poderia escrever
Sou apenas as respostas a Eros ser dada
Dos amantes... da tristeza que nem se pode descrever

Sou apenas um poeta do amor
Tanto brinco com palavras e transcrevo
Ainda que traduzir não se possa o sentimento
Ainda que amar também me traga tanto medo!

E hoje descobri que sou poeta apenas
Pra cantar a dor do amor que vivi
E ‘inda rezo Amor com preces de mil novenas

Mas só por um motivo que agora descobri
Sou poeta somente porque o amor, vil falena
Àquele de verdade, eu jamais conheci!
dhália
Enviado por dhália em 29/07/2006
Código do texto: T204457
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
dhália
Salvador - Bahia - Brasil
238 textos (5113 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 12:57)
dhália