Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Soneto de amor intenso

Amo-te com amor celestial, etéreo
E me creia, anjo, que não mais me posso crer!
Amo-te de amor sem igual, apenas
Desses que não se pode jamais esquecer!

Não posso em nenhuma vida deixar de amar-te
E confesso agora, sem você tudo é inócuo... sem sonho!
Amar-te-ei além do meu humano respirar
Em outra vida... Último sacrifício a que me ponho!

Todos os sonhos são para você em tantas horas...
Que até mesmo após a morte, miserável momento
Sentirás o amor em outra vida, com pressa, sem demora

E se esse amor, só de existir me traz tormento
É por saber amar mais do que suponho agora
Que fui amar-te de amor maior que o próprio sentimento!

dhália
Enviado por dhália em 02/08/2006
Código do texto: T207580
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
dhália
Salvador - Bahia - Brasil
238 textos (5113 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 09:47)
dhália