Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Soneto de sentimento que não se conhece

De sentir como suspiro
Este sentimento desconheço
De brilhar os olhos e sempre e tanto
De não mais pensar e só pensar... então padeço!

De viver assim tão doces dias
De voar nas asas que ‘inda não tenho
Pra sorrir, pra bater, pra cantar
O curado coração é que me empenho

O que é este sentimento não sei
Aparecem-me memórias e da cabeça some
Só o coração que vai saber, foi o que pensei

O que é sentimento que insano  me consome
E chora e canta e grita e alimenta... me fez!
E de vive-lo ainda nem sei seu nome!
dhália
Enviado por dhália em 03/08/2006
Código do texto: T208108
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
dhália
Salvador - Bahia - Brasil
238 textos (5113 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 12:46)
dhália