Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

QUISERA

QUISERA SEMPRE SENTÍ,PRESENTE EM MEUS BRAÇOS
O FERVOR DOS AFAGOS DAQUELE QUE ME ALEGRA.
ADORMECERIA NO TEU ACONCHEGANTE REGAÇO
NO ESPLÊNDIDO ACALANTO DE QUEM ME ESPERA.

SENTIRIA O AUTÊNTICO E DELICADO ABRAÇO
DA DONZELA QUE AO SEU ARDENTE AMOR SE ENTREGA,
DELICIANDO-ME DESSE SONHO,PEDAÇOS
PERDIDO NO AROMA DAS ROSAS DA PRIMAVERA.

HOJE!RESQUÍCIOS DE UM AMOR CONQUISTADO
QUE EM PÁLIDAS E SOFRIDAS PÁGINAS CONSAGRO
A INTENSIDADE COM QUE FORA CELEBRADO.

ROGO Á DEUS!POR MOMENTOS TÃO ESPERADOS
SENTÍ NOSSOS GÉLIDOS CORPOS ENTRELAÇADOS
QUE POR INESCRUPULEZ DO TEMPO.SEPARADOS!
Clay
Enviado por Clay em 04/08/2006
Código do texto: T209048
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Clay
São Luís - Maranhão - Brasil, 32 anos
15 textos (564 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 10:32)
Clay