Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Soneto de lugar que não se conhece

Como podes ser coração
Se na terra ninguém o habita
O que há de povoar-te então
A tristeza que transita?

Não coração, tu és rei
Porque na terra ninguém te encheu
Meu coração que te mostrei
Que nem existe no peito meu

Mas se não digo coração... que digo apenas
Do vazio que agora vinga
Das alegrias que já tiveras

Resta apenas a saudade que te abate
De teu lugar desconhecido
Que ainda não encontrastes!
dhália
Enviado por dhália em 14/08/2006
Código do texto: T216646
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
dhália
Salvador - Bahia - Brasil
238 textos (5113 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 12:20)
dhália