Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Trapezista

Caio como pedra, caio
Rogo que não me machuque
Mostro-lhes agora o truque
Dos que olham de soslaio.

Tendo então esse ensaio
Agarrado essa platéia.
Destonando da 1ª idéia,
Num segundo sei que me distraio.

E a turba que me olha em riste
No momento que o tombo existe
Já retrata sua ingratidão

Levantando, o meu rosto cubro,
A vergonha me pinta de rubro.
Um circense que caiu ao chão.
gothmate
Enviado por gothmate em 24/08/2006
Código do texto: T223835

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (por gothmate igni delirium). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
gothmate
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 41 anos
26 textos (1005 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 14:28)
gothmate