Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Soneto de amor que desvanece

O amor é muito simples, meu anjo
Mas apenas a impossibilidade nos encanta!
E de não ter-te que nem sinto o peito
E de viver assim sem sal... a mim me espanta!

Por amor, em último romance, desejar morrer
E por amor apenas ver formas em nuvens vazias
Pelo clichê do brilho dos teus olhos, teu doce sorriso
É apenas por ti amar que amor me definha!

Não sei que te canto! Apenas desse amor etéreo
Esse que não me povoa, não me reside e nem conheço
Esse todo que a mim se mostra misterioso mistério!

Esse amor que busco, que é simples e esqueço
E bater o coração de um bater de todo sério
Amor que busco em ti, onde me encontro e desvaneço!
dhália
Enviado por dhália em 26/08/2006
Reeditado em 26/08/2006
Código do texto: T225918
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
dhália
Salvador - Bahia - Brasil
238 textos (5113 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 23:15)
dhália