Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ROMEU E JULIETA


Vem! Põe-te a caminhar comigo nesta trilha...
No fim do mundo vamos buscar a nossa paz!
Que seja a praia, o campo, até deserta ilha
o nosso Olimpo, templo de amor que satisfaz!

Vem! Ressurreição de vida, que és Marília,
musa imortal da Vila Rica lá de traz!
Abraça o vate, seu Dirceu inda em vigília,
que sem ter medos, sem ter pejos,  versos  faz!


Escuta, pois, o que te canta o bardo triste,
que entre os mortais sem teu amor inda resiste:
-Vem, no meu jardim, volitar qual borboleta,

e apara em beijos os meus vôos em seu colo...
Sejamos, ao invés de Vênus  e  Apolo,
reencarnações de Romeu e Julieta!

Protegido pela Lei dos Direitos Autorais. Citar a fonte ao publicar
Nelson de Medeiros
Enviado por Nelson de Medeiros em 29/08/2006
Reeditado em 10/05/2011
Código do texto: T228354

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Nelson de Medeiros
Cachoeiro de Itapemirim - Espírito Santo - Brasil
492 textos (66285 leituras)
11 áudios (2996 audições)
1 e-livros (184 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 07:46)
Nelson de Medeiros

Site do Escritor