Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

INSÔNIA

Hoje te esperarei mais cedo
ontem, perdi o teu horário
passei a noite no claro
confesso que senti medo.

Por que demoras embalar-me à rede,
se me encontro te esperando quedo?
vem por favor me ninar mais cedo,
nas madrugadas aumenta minha sede.

Sonho com um sono em paz, profundo
beija-me a ânsia e num segundo
espero-te pesado REM em mim

E assim, sem fazer mão do maracujá
nem dos teus olhos nus à me embalar,
lexotan, incenso de jasmim.

(à todos os poetas que embalam poesias noite a dentro)
Carlos Medeiros
Enviado por Carlos Medeiros em 07/09/2006
Reeditado em 30/03/2008
Código do texto: T234484

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Caco Passarinho http://www.recantodasletras.com.br/autores/cacopassarinho). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Carlos Medeiros
Aracati - Ceará - Brasil, 56 anos
45 textos (5257 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 06:21)
Carlos Medeiros