Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SONETO DA CRIAÇÃO

Reinam em ti o encanto e a loucura
Que abalam céus e reviram os mares
E tu reinas em tantas nações e lares
Com doce rigor, porém, firme ternura.

Quem conhecerá a ira do santo vulcão
Que em tuas entranhas habita feroz?
Dando à luz dores de um colorido atroz
E descendentes que povoam nosso chão.

Porque é de ti, Mulher, que todos vêm agora;
Pois do barro nós viemos na primeira hora
Como homens rudes de água, pó e argila

Porém, veio ao mundo a primeiríssima filha
De uma branca, firme e delicada costela:
Entre todas as outras criaturas, a mais bela.


Marcelo Lopes
19.03.04
Marcelo Lopes
Enviado por Marcelo Lopes em 09/06/2005
Código do texto: T23462
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marcelo Lopes
Guarujá - São Paulo - Brasil, 47 anos
475 textos (44347 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 12:24)
Marcelo Lopes