Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SONETO DE SOWETO

Nas ruas, tantos pontos pretos
culpados por toda sua inocência
intolerância e pouca paciência
os encurralam em seus guetos

Mundo torto de leis tortas
abarca em si toda indiferença
posando como juiz; sua sentença
entorna um amargo caldo à sua porta

O mundo é todo restrito
na extensão de um grito
alto e surdo no escuro

esse grito não vaza o muro
e continuo preso no meu gueto
numa esquina qualquer de Soweto
Marcelo Lopes
Enviado por Marcelo Lopes em 09/06/2005
Código do texto: T23472
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marcelo Lopes
Guarujá - São Paulo - Brasil, 47 anos
475 textos (44340 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 18:36)
Marcelo Lopes