Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Asas Esvoaçantes

Cacilda Dalí, uma guerreira invasora
De todos os poetas és a maior precursora
És nativa do mar, do ar , da terra
És deusa da paz e deusa da guerra

De ti vou colhendo esses frutos benignos
Do mar o verde me acende os sentidos
Da terra as raízes me provêem a energia
Do ar tiro o O2 que me estanca a agonia

E a minha inquietude se vai em alegrias
E os meus pensamentos antes alegorias
Agora são planos, idéias, exercícios

Não mais atormentam, implodem o suplício
De estar paralisado na dor sufocante
Escuto bem perto tuas asas esvoaçantes
Cabeça de poeta
Enviado por Cabeça de poeta em 11/09/2006
Reeditado em 11/09/2006
Código do texto: T237513

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Osvaldo Brito, http://osvaldobrito.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Cabeça de poeta
Fortaleza - Ceará - Brasil, 63 anos
185 textos (22170 leituras)
1 e-livros (43 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 17:24)
Cabeça de poeta