Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Fernando de Noronha, a ilha

Minha ilha, minh’alma um paraíso
Minhas ilha, tristezas pelo riso
Minha amada ilhota, calmaria
Onde a noite escura é como o  dia

No teu céu eu encontro o meu esteio
E no mar para SURF o ano inteiro
E pra mergulhadores, cristalina
Fernando de Noronha, glória é sina

As tartarugas vão a ti, ovar
Golfinhos vão a ti acasalar
Por lei já és tombada, segurança 

Nessa ilha sem dolo de herança
Agradecem a fauna, a flora, a flor
És uma graça de Deus, ilha do amor

 

Cabeça de poeta
Enviado por Cabeça de poeta em 19/09/2006
Reeditado em 14/09/2007
Código do texto: T243956

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Osvaldo Brito, http://osvaldobrito.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Cabeça de poeta
Fortaleza - Ceará - Brasil, 63 anos
185 textos (22065 leituras)
1 e-livros (43 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 00:53)
Cabeça de poeta