Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Anjo passageiro

Em calabouço escuro,
meu sentimento puro,
vens tu, envolta em branco,
singela, a libertar,

Adentra luz no peito,
a tua mão aceito,
das trevas me levanto,
e passo a te amar,

Bate asas, vais embora,
de cinza o céu de veste,
a luz se destingia,

Céu do meu mundo chora,
no ritmo em que esqueces,
que me salvaste, um dia.
Sapo
Enviado por Sapo em 20/09/2006
Código do texto: T244888
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Sapo
Belém - Pará - Brasil, 27 anos
22 textos (352 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 16:28)