Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Água meu destino…


Essa água que o destino me deu;
Que lavou a minha alma e a vida
e só numa lágrima concedeu,
o lenitivo, para a minha ferida…

Correu no meu leito e foi esquecida;
Foi-se de mim, na lírica de Orfeu…
Como simples água que foi perdida
Num areal da vida… feneceu.

Mas essa água que por mim passou;
Minha raiva e dores, ela levou…
Mas foi destino que em mim existiu.

Lesta saltitando de vida em vida;
Sentiu-se de nós todos, a querida
e foi nessa vaidade… que partiu.
António Zumaia
Enviado por António Zumaia em 25/09/2006
Reeditado em 25/09/2006
Código do texto: T249190
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
António Zumaia
Portugal
320 textos (20399 leituras)
71 áudios (5404 audições)
5 e-livros (1754 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 02:39)
António Zumaia