Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Saudade

Saudade... minha eterna companheira
Que me invade a alma sempre triste
E faz de mim uma flor sem fronteira
Que na busca do seu amor insiste.

Saudade... está rebelde a minha solidão
Deseja se libertar do cativeiro em que vive
Alçar vôo... minha natureza quer a emoção
De quem ama e se faz prisioneira quando livre.

Saudade... você não pode assim doer
É desleal o seu jogo pra me machucar
Sinto a minha alma tão frágil, desfalecer

Sinto o meu canto a lágrima afogar
Me deixando na esperança de viver...
Saudade... que me faz sempre chorar!
Nísia Maria de Souza
Enviado por Nísia Maria de Souza em 28/10/2006
Reeditado em 28/10/2006
Código do texto: T275936
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Nísia Maria de Souza
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil, 56 anos
197 textos (3142 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 05:53)
Nísia Maria de Souza