Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Cajueiro

Pássaro sózinho cantando
Na primavera do cajueiro
Criação da natureza
Arfando o peito cancioneiro...

Canta sózinho pássaro cantor
Canta que a vida já vai findar
Uma criança apanha a pedra
E vem interromper o teu cantar...

A natureza te observa
Desmaia a rosa de compaixão
A açucena derrama lágrimas
Com a mão retida no coração...

Essa canção será a última
passarinho chegou o teu dia
A pedra rija tocou tua asa
Teu corpo leve no chão caiu...

Passaram-se rápidas as estações
A tua voz se extinguiu
E o cajueiro de amargor
Na primavera não mais floriu...

Autor: Eronides Carvalho/Participação Póstuma
Dos Poemas de Meu Pai
Esta filha dedica este poema a Aldo Lopes grande admirador dos poemas de papai.
Dorothy Carvalho
Enviado por Dorothy Carvalho em 31/10/2006
Reeditado em 12/11/2010
Código do texto: T278740
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Dorothy Carvalho
Rubiataba - Goiás - Brasil
351 textos (53939 leituras)
1 e-livros (85 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 05:48)
Dorothy Carvalho