Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Vida minha, minha poesia!

Sinta minha alma encolhidinha
A pedir guarita para o cansaço
Estou arrebentando, vida minha
Não posso mais e me desfaço.

Acalenta-me com sua voz poesia...!
Aconchega-me entre seus versos...!
Choro tanto e nesse pranto a fantasia
Escoa junto aos meus sonhos diversos.

Sinta, poesia, o meu corpo a soluçar
À procura do seu alento e do seu coração
E ao adormecer, não me deixe despertar.

Acalenta, poesia, minha alma pequenina
E preenche o vazio que se faz solidão
Vem, não me deixe, esse medo me alucina!
Nísia Maria de Souza
Enviado por Nísia Maria de Souza em 01/11/2006
Código do texto: T278932
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Nísia Maria de Souza
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil, 56 anos
197 textos (3141 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 18:55)
Nísia Maria de Souza