Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Matizes

Que oferendas te trago que te avesso
Falas tão ávida da vida que te alerto
O que percebes em mim, essa emoção
Percebo em ti na tua profunda emanação

Nas tuas palavras, no sentir, e na mente
Translúcida, contínua, permanente,
Filosoficamente processual
Irradiação suprema, substancial

Transborda-me a alegria, dizes
A razão, a loucura, todas as matizes
Da vida que é um laboratório poético

Evoco a inspiração, tento ser ético
Uma térmica me arrasta e incontido
Descontroladamente alto, eu grito
Cabeça de poeta
Enviado por Cabeça de poeta em 02/11/2006
Código do texto: T280205

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Osvaldo Brito, http://osvaldobrito.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Cabeça de poeta
Fortaleza - Ceará - Brasil, 63 anos
185 textos (22087 leituras)
1 e-livros (43 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 16:34)
Cabeça de poeta