Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A Gota

O mar ao fundo, infinito verde
Descubro agora um mundo rubro
Com o corpo seco, fome, e sede
Cheio de medo do que não descubro

Sinto! Muito falta, ao fim da queda
Que pouco tempo resta-me contente
Parte de mim, vazia, agarrada
Ligada ao passado, sem presente

Agora meu corpo leve, e solto
Caindo em desespero profundo
Num mundo de desprezo me envolvo

Agora não mais existo, nem mundo
Apenas um reflexo! Um dia fui
Apenas a gota d'água de flui
Maurício Freitas de Siqueira
Enviado por Maurício Freitas de Siqueira em 12/11/2006
Código do texto: T289308

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original (Citar o nome do autor). Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Maurício Freitas de Siqueira
Salvador - Bahia - Brasil, 28 anos
13 textos (380 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 04:06)
Maurício Freitas de Siqueira