Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Canto hoje o que ainda não ganhei


Canto hoje o que ainda não ganhei,
o que somente co a sina ficara;
inda vi a chorar, o que não ganhara;
e, a ganhar, perdi, pelo que chorei.

Sinto que rasgar a saudade é cara
d’ amor que de tão olhos teus fitei
co tal forma e tal jeito, que rasguei,
o amor qu’era de vós, que vos amara.

Se porventura há um contentamento
que seja mor perpétuo que a vida,
acrescente em seu seio meu lamento.

Pois logo, que amar é ter infligida
n’ alma e no coração todo tormento,
é dur’ amar e é mais dur’esta vida
Aprendiz
Enviado por Aprendiz em 21/11/2006
Código do texto: T297598
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Aprendiz
São Paulo - São Paulo - Brasil, 31 anos
40 textos (1470 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 00:43)
Aprendiz