Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SONETO DO MEU AMOR INDEFINIDO




Você veio feito as aves indefinidas
E a minha vida era terras devastadas
Jardim castigado de pétalas pisadas
De alegrias tão machucadas e perdidas

Tal qual canção suave na atmosfera
Era o farfalhar das asas do beija-flor
Seria então o meu amor, meu grande amor
Enfeitando minha manhã de primavera

E se a teria para sempre não sabia
Mas sua presença indefinida era importante
Hoje amo quando você se faz presente

Não me faz mal a sua ausência arredia
A amo tanto, de maneira inconstante
E indefinida, tão indefinidamente...
ademir silva
Enviado por ademir silva em 22/11/2006
Reeditado em 22/11/2006
Código do texto: T297927

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ademir silva
Americana - São Paulo - Brasil
20 textos (1099 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 05:02)
ademir silva