Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SONETO DA SAUDADE

S O N E T O D A S A U D A D E.




É um vazio doído que se faz
Quando estou sem ti e sozinho
Longe, muito longe e tu não estás
Sinto que vou morrendo devagarzinho.



As flores não têm aquela beleza
Que descrevo para ti em poema
A natureza se veste de tristeza
E a saudade de ti me queima.



Conto as horas e os segundos
Picotando a passagem do tempo
Minh’alma viaja pelo mundo,



Em busca da tua lembrança
E do teu olhar muito profundo.
Que logo se fará ESPERANÇA.




                                             Eráclito.

Eráclito Alírio da silveira
Enviado por Eráclito Alírio da silveira em 02/12/2006
Código do texto: T307427
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Eráclito Alírio da silveira
Imaruí - Santa Catarina - Brasil, 75 anos
889 textos (140956 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 08:38)
Eráclito Alírio da silveira